Hoje o dia do Transcatarina foi sem grandes dificuldades. Saindo de Canoinhas e chegando em Rio Negrinho, os competidores percorreram  254,25 quilômetros em uma prova rápida, dentro de propriedades particulares, a exemplo das fazendas Renova e Ituporanga, compostas por quadras longas e chão de cascalho trilhas mais fechadas, com plantações de pinus e araucária, e os competidores enfrentaram diversos obstáculos, tais como: lombas, poças d’água e estradas com os terrenos úmidos e cascalhados.

De acordo com o diretor de prova Weidner, o segundo dia do rally acontecer conforme havia comentado ontem, uma etapa realmente bem seca, de chão duro, cascalho e trajeto mais longo e referências distantes, sem grandes dificuldades na navegação, bem tranquilo, tanto que a pontuação dos concorrentes ficou bem próxima uma das outras.

.

Para André e Camila, categoria Turismo, da equipe Tulipa Rally Team, foi uma prova tranquila, sem muitas pegadinhas, mas com 15 minutos de prova foram premiados com um pneu que furou. Mesmo com o imprevisto, a prova foi muito divertida, muito legal. Largamos de Mamute, mas o dia realmente não pedia um pneu especial, e por isso o dia de hoje foi uma aula de como corrigir o hodômetro.

.

A dupla Guilherme e Lisiane, também da equipe Tulipa Rally Team, continuam fazendo bonito na prova e garantiram pelo segundo dia consecutivo o terceiro lugar no pódio, e assim, o primeiro lugar na geral do rally, na categoria Turismo.

.

Clique aqui para ver o resultado completo do segundo dia do Transcatarina 2016

.

Resultados do 2º dia de prova (5 primeiros)

Categoria Máster
1º Vinicius Lustosa Polati e Marcos Fernando Evangelista, 38 pontos
2º Eduardo Moser e Idali Bosse, 32 pontos
3º Oscar José Schmidt e Gustavo Schmidt, 31 pontos
4º Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky,31 pontos
5º Acyr Hideki Rodrigues da Silva e Renan Medeiros, 30 pontos

Categoria Graduados
1º Everton Gratt e Wesley Sari, 38 pontos
2º Aurélio Bilhalva e Tiago Poisl, 34 pontos
3º Igor Ditzel Kritski e Robson Schuinka, 32 pontos
4º Roberto Bontempo e Leonardo José Martins, 31 pontos
5º Marcos Gustavo Francio e Bruno Rozalen Tesser, 30 pontos

Categoria Turismo
1º Denilson Bonfanti e Luis Henrique Redlich, 42 pontos
2º Patrick Adriano Celeski e Felipe Pachewsky, 39 pontos
3º Guilherme Barbosa e Lisiane Homem, 35 pontos
4º Igor Quirrenbach de Carvalho e Maurício Alcantara Gonçalves, 33 pontos
5º Sergio Ricci e Augusto Kehrwald e Zimmermann, 28 pontos

Categoria Jeep
1º Kassiano Kerber e Michael da Silveira Masson, 51 pontos
2º Adevilson Cesar Barbosa Prates e Rafael Martin Benavides, 45 pontos
3º Franco Caesar Gommersbach e Lucas Albert Gommersbach, 26 pontos

.

Ainda em conversa com o Weidner, ele nos contou um pouco sobre o último dia do Transcatarina:

De manhã temos uma pista dentro do “CTG” em uma fazenda de pinus bem úmida, onde vai acontecer a prova 7, dividida em 2 partes. Depois desta prova, os competidores terão um deslocamento bem grande pela frente, pois o rally demanda grandes deslocamentos para cumprir o trajeto todo, onde seguiremos para Araguari, dentro da mineração Veiga, e depois de um pequeno neutro de 10 minutos apenas para abastecimento é que o negócio vai pegar! Serão 22km dentro da mineradora, com muita areia, trilhas escondidas. Esta prova vem para dificultar ao máximo o Transcatarina, talvez até hoje uma das provas mais difíceis do rally. Depois de um breve descanso no neutro de 50 minutos, ai meu amigo, eles vão encarar a pior prova do Transcatarina até hoje! Pior porque será com certeza a mais difícil. Serão 25km, e se acharem a primeira difícil, a segunda realmente vai ser impossível. Errou, melhor voltar pra casa. Entrou 3, 4, 5 ruas pra dentro, melhor voltar pro início para fazer novamente para se achar, senão pode esquecer… Realmente uma das provas mais difíceis que já fiz na vida. Vamos ver, amanhã será o dia definitivo para o campeonato, mesmo que a pontuação esteja longe um do outro, nada esta definido. Vamos terminar o Transcatarina na PRESSÃO!!!

.

Categoria Amigos do Rally

A categoria Amigos do Rally, participará do 8º Transcatarina apenas amanhã, 30. E é destinada para quem tem interesse em competir apenas um dia do evento.

A largada desta categoria será em Rio Negrinho com destino final à cidade litorânea Itajaí do Estado de Santa Catarina e, terá as médias iguais a da Turismo.

Atraídos pela boa fama do evento, a dupla de Curitiba, PR, composta pelo piloto Adilson Melo e o navegador Ivan Roberto Laidens, está ansiosa para participar pela primeira vez do evento. “Acima de tudo queremos nos divertir, aproveitar ao máximo e, se tudo der certo conseguir subir no pódio”, disse Laidens.

Lembrando que a categoria Amigos do Rally, largará após a categoria Turismo.

 

Continuem acompanhando o Transcatarina aqui no Tulipa Rally!

 

Apoiadores

.