11/01 – Estágio 9 – Salta > Chilecito

Motos, Quadris, UTVs, Carros e Caminhões
Especial: 406 km
Total: 977 km

O super Belén

Quase mil quilômetros para cobrir durante o dia, incluindo uma pequena metade na especial com 98% off-road. Este será o teste mais difícil para os navegadores, que desempenharão um papel decisivo. O resultado deste dia poderá marcar uma mudança na conquista dos títulos.

O Dia

Ontem foi um dia bem complicado para o Rally Dakar. Um grande deslizamento de terra que ocorreu na manhã de terça-feira, durante a 8ª etapa de Uyuni até Salta, na rota de ligação a cerca de 40 km ao norte de Jujuy e a 160 km de Salta, atingiu a cidade de Vulcán. Segundo a Defesa Civil Argentina, várias vítimas entre a população local e os danos materiais são consideráveis. Os organizadores disponibilizaram ainda seus serviços médicos para fortalecer as equipes de resgate implantadas na área. Com a situação, a maioria dos veículos, competidores, equipes de apoio e equipamentos de logística da caravana do Dakar foram desviados por um percurso alternativo que passa por San Antônio de Los Cobres, aumentando a distância em cerca de 200 km.
A previsão era que não chegassem a tempo ao bivuac de Salta para a largada hoje. Sendo assim, a ASO cancelou a etapa e dedicou o dia a reagrupar a caravana do Dakar e deslocarem até Chilecito para poder continuar com a prova e dar a saída da 10ª especial entre Chilecito e San Juan amanhã, quinta-feira, 12 de janeiro.
Nem todos os competidores ficaram felizes com o cancelamento da etapa, mas para o francês Etienne Lavigne, diretor geral do Rali Dakar, o que mais importa neste momento é a questão humanitária, com o esporte ficando para depois, mas garantiu que fará o possível para tentar levar o Dakar 2017 adiante até à meta final, no próximo sábado, em Buenos Aires.
“É muito triste para nós, mas quando você vê as circunstâncias e o que aconteceu ao acampamento, não tenho certeza de que o aspecto esportivo é o mais importante. Uma boa organização é uma organização que se adapta com êxito, que não está paralisada. Nós vamos fazer tudo o que pudermos para fazer com que o Dakar 2017 continue”, comentou Lavigne em entrevista coletiva na terça-feira.

Os Brasileiros

Hoje, Sylvio de Barros, fez um vídeo, publicado por Ricardo Ribeiro, Diretor-geral da VIPCOMM (clique para ver sua matéria original), contando um pouco sobre o que aconteceu nas duas últimas etapas do Dakar.

Leandro Torres e Lourival Roldan também aproveitaram para contar um pouco sobre o que levou a dupla a tomarem um penal de 1 hora no final da especial de ontem, publicado originalmente pela VIPCOMM.