São Paulo (SP) – Tendo a solidariedade como principal combustível, os integrantes do S.A.S Brasil (Saúde e Alegria nos Sertões) realizaram 949 atendimentos médicos durante o Rally dos Sertões 2016. Dentre estes, 69 pessoas foram operadas para retirada de lesões cancerosas de colo de útero e de pele.

Os 25 voluntários do S.A.S. (sendo sete médicos e outros profissionais de diversas áreas), realizaram atendimentos em Cavalcante (GO) e nas cidades de Natividade e Ponte Alta, ambas no Tocantins. Além das ações de saúde, promoveram atividades esportivas, de arte e de lazer, que impactaram 3.200 pessoas.

Nas três localidades, 372 pacientes receberam atendimento ginecológico e 38 cirurgias de câncer de colo de útero foram realizadas. Além disso, 121 mulheres participaram de palestra sobre saúde feminina.

Em oftalmologia, ocorreram 460 atendimentos e 122 crianças já saíram com os óculos, que foram fornecidos pela ONG Renovatio. Outros 25, que necessitavam de grau mais elevado, vão receber em até dois meses.

“Um dos principais pontos positivos desta edição foi o crescimento do projeto e o impacto que proporcionou principalmente para as crianças. Depois de passar pelo exame de vista, elas começaram imediatamente a utilizar os óculos necessários para a correção dos problemas de visão detectados”, relata Adriana Mallet, coordenadora geral do S.A.S. Brasil.

Os profissionais ainda realizaram mutirão de câncer de pele. Dos 116 pacientes selecionados por meio de triagem, 31 passaram por cirurgia. O S.A.S. Brasil ainda entregou 600 kits odontológicos e realizou capacitação para atendimentos em urgência e emergência, com a participação de 64 pessoas e 322 crianças receberam a ‘Super Fórmula’, remédio para combate a vermes.

“Com o patrocínio da Roche e as parcerias com o Hospital de Câncer de Barretos e a Clínica Pinotti, evoluímos os atendimentos com a pré-expedição, com intuito de triar pacientes e colher exames de prevenção de câncer de colo de útero para posterior cirurgias e procedimentos durante a expedição, aumentando o número de mulheres impactadas e ajudando a sanar a lista de pacientes na fila por esse tipo de atendimento nas cidades. Além disso, com o teste utilizado no exame preventivo, as mulheres com resultado negativo podem ficar até cinco anos sem repetir o exame”, afirma Paula Grangeiro, diretora administrativa da S.A.S. Brasil.

.

O Rally dos Sertões tem patrocínio da Honda, Mitsubishi, Caixa e Outback. Apoio de Pirelli, Cidade Alpha Goiás (empreendimento da Alphaville Urbanismo) e Guaraná Antarctica. Apoio institucional do Governo do Tocantins e Governo de Goiás, através do Detran-GO, com o Programa Balada Responsável.

.

.

Informações divulgadas pela assessoria de imprensa.