Quarta especial da prova, disputada entre as cidades baianas de Luís Eduardo Magalhães e Barra, teve a manutenção dos líderes gerais, e marcou o abandono de Jean Azevedo, que buscava seu oitavo título nas motos

O Rally dos Sertões teve nesta quarta-feira (22) a realização da quarta especial da 26ª edição da prova, disputada entre as cidades de Luís Eduardo Magalhães e Barra, ambas na Bahia. O estágio de 355 quilômetros, foi a etapa maratona deste ano, e marcou a última parada da caravana antes da chegada ao Piauí, já que nesta quinta-feira a prova alcançará a cidade de São Raimundo Nonato.

A quarta especial teve a manutenção das lideranças nas quatro categorias em disputa: Tunico Maciel, nas motos, Cristian Baumgart e Beco Andreotti, nos carros, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, nos UTVs, e George Ximenes, nos quadriciclos, mantiveram a primeira colocação. A etapa maratona ainda alijou da disputa Jean Azevedo, que buscava seu oitavo título nas motos. Uma falha no equipamento tirou o veterano da prova.

Nas motos, Tunico Maciel venceu a terceira de quatro especiais disputadas até o momento. Nesta quarta-feira, o piloto completou o trecho cronometrado em 4h19min04s, marca 2min30s melhor em relação ao tempo obtido por Gregório Caselani, o segundo colocado do dia. Elias Folly foi o terceiro melhor do dia, terminando à frente do veterano Zé Hélio, quarto mais rápido na especial. Tiago Fantozzi completou a lista dos cinco melhores.

A classificação acumulada das motos aponta Tunico Maciel na liderança, agora com 15h40min21s, marca 33min24s melhor em relação ao do segundo colocado Ricardo Martins, que assumiu a segunda posição com o abandono de Jean Azevedo. Gregório Caselani ocupa o terceiro lugar, distante 52min22s do líder. Túlio Malta aparece em quarto, seguido por Elias Folly.

Cristian Baumgart e Beco Andreotti triunfaram pela terceira vez neste Rally dos Sertões. A dupla, atual bicampeã nos carros, fechou o estágio do dia em 3h55min08s. A segunda posição ficou com Gareth Woolridge e Marcelo Haseyama, que ficaram 21 segundos distantes dos melhores desta quarta-feira, e foram seguidos por Marcos Baumgart e Kleber Cincea. Sylvio de Barros e Rafael Capoani foram os quartos colocados, e terminaram a especial logo à frente de Lucas Moraes e Kaíque Bentivoglio.

Após o encerramento da especial do dia, Cristian Baumgart e Beco Andreotti seguem na liderança do Sertões nos carros, somando agora 11h41min29s, marca 13min37s melhor em relação aos segundos colocados Sylvio de Barros e Rafael Capoani. Marcos Baumgart e Kleber Cincea são os terceiros, à frente de Rafael Cassol e Lélio Júnior. Lucas Moraes e Kaíque Bentivoglio fecham o grupo dos cinco primeiros colocados.

Nos UTVs, a vitória do dia ficou com Enrico Amarante e Breno Rezende, que completaram o percurso do dia em 4h30min20s, triunfando pela segunda vez numa especial nesta edição do Sertões. Denísio Nascimento e Idali Bosse foram os segundos colocados com apenas 11 segundos de distância para os vencedores. Gabriel Varela e Eduardo Shiga foram os terceiros, seguidos por Marcelo Gastaldi e Cláudio Rieser. Adriano Benvenutti e Ricardo Rocha completaram o grupo dos cinco melhores.

A liderança geral nos UTVs segue com Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, sétimos colocados da especial desta quarta-feira. Os dois somam 16h25min52s, e têm 2min51s de frente para Enrico Amarante e Breno Rezende, os segundos colocados. Denísio Nascimento e Idali Bosse aparecem em terceiro, separados por 4min11s dos líderes. Gabriel Cestari e Jhonatan Ardigo aparecem em quarto, seguidos por Edu Piano e Solon Fonseca.

George Ximenes venceu mais uma especial entre os competidores dos quadriciclos. Nesta quarta-feira, o piloto do equipamento número 102 completou o percurso em 4h56min48s, vencendo um estágio pela terceira vez nesta edição. Ximenes foi 19min42s mais rápido que o segundo colocado, Giovanni Filho, enquanto Wescley Dutra completou o dia na terceira posição. Geison Belmont e Hélio Pessoa fecharam o top-5 da especial.

Com o resultado de hoje, Ximenes ampliou sua liderança nos quadriciclos, tendo 19h17min02s acumulados e uma vantagem de 1h24min03s para Wescley Dutra, segundo colocado após quatro especiais. Giovanni Filho é o terceiro, seguido por Cival Alves. A classificação ainda conta com Hélio Pessoa na quinta posição, e Geison Belmont, em sexto.

O Rally dos Sertões deixa a Bahia nesta quinta-feira (23), partindo de Barra e seguindo por 446 quilômetros até São Raimundo Nonato, no interior do Piauí. O trecho cronometrado de 401 quilômetros. Esta será ainda a antepenúltima especial da edição deste ano da prova.

Os pilotos seguem em zona de velocidade controlada por aproximadamente 20 quilômetros até começarem os trechos das areias de Barra. Esta especial sem dúvida será a mais técnica de toda a prova. Haverá no início um pequeno trecho de piçarra e, em seguida, mais de 200 quilômetros de areia.

As motos farão dois abastecimentos nesta etapa. Após o segundo, terá uma zona de velocidade controlada até o início do último quarto da prova, onde o piso muda radicalmente. A disputa segue em trechos com piçarra, cascalho, grandes depressões, erosões grandes, muitas pedras e uma zona de trial para completar o dia. Além do condicionamento físico, a navegação será primordial.

O Rally dos Sertões é organizado pela Dunas Race e tem patrocínio da Mitsubishi Motors, Honda, Divino Fogão e Caixa. Apoio institucional: Detran Goiás, Estado de Goiás, Secretaria de Turismo de Fortaleza, Prefeitura de Fortaleza e Conselho Nacional do SESI. Apoio: Cartões ELO, Fox Sports, Truckvan, S.A.S. Brasil, Infraero, Vigor, Fotop, Arco Media, 99 e Jovem Pan Goiânia e Fortaleza.

.

.

Informações divulgadas pela assessoria de imprensa.