Com disputa comprometida devido a pane do motor no prólogo, “treino” no Mundial, termina com o 15o lugar geral para Petrobras Rally Team

No último de Baja Italia, neste domingo (24/06), duas Especiais foram disputadas. O percurso foi inverso ao traçado do dia anterior, quando outras três Especiais foram realizadas. Cada Especial ofereceu aos competidores, 87 quilômetros de obstáculos variados com alto grau de dificuldade, e um piso cada vez mais desafiador, devido as repetições das passagens dos veículos.

A dupla Petrobras Rally Team, Guiga Spinelli e Youssef Haddad, além de uma nova prova, encontrou na Itália, também um novo carro e equipe – a South Racing. Logo no primeiro dia, sofreram com um problema de pane no motor, causado por um sensor, mais tarde identificado. Contudo, não tiveram tempo hábil para o shakedown (o teste para as configurações finais) e no prólogo, com a repetição do problema, acabaram não completando o percurso, receberam o tempo máximo do cronometrado e passaram a ocupar as últimas posições na largada.

No primeiro dos dois dias de Especiais, a dupla fez o 4º melhor tempo nas duas Especiais inicias e um pneu furado atrapalhou o desempenho na última do dia. Devido a falta de treino com o novo sistema de troca de pneus do carro South Racing, foram perdidos 5 minutos preciosos neste procedimento.

Neste domingo, o percurso foi invertido, e com isso, os obstáculos também ficaram no sentido contrário.

“É como se fosse outra Especial. Os obstáculos mudam, o piso muda. Onde era descida, passa a ser subida! Além da planilha tentamos usar muito o visual, lembrar um pouco do dia anterior, e as anotações feitas nas Especiais de sábado, mas com o traçado invertido, realmente é outra prova”, destaca o navegador Youssef Haddad.

O Baja é uma competição curta, porém intensa. Embora as Especiais sejam menores que os rallies de maior duração, o desgaste é muito grande e a atenção tem de ser redobrada. Não é possível ter muito tempo de manutenção, então trocas trabalhosas de peças comprometem e podem encerrar a participação na disputa. Os veículos, entre uma Especial e outra, têm de 30 minutos à 1 hora para receber os reparos devidos, e depois disso vão para o Parque Fechado aguardar a próxima largada.

“O apoio cronometrado exige muito da equipe e da consciência das duplas em saber que é preciso conservar o carro, porque não dá para “reconstruí-lo” de um dia para outro”, completa Youssef.

Em 2004, Guiga Spinelli estava pronto para a disputa do Baja Itala, quando a prova foi cancelada. Quatorze anos depois, Guiga voltou para o país para a disputa do Baja Italia 2018 e completou sua primeira prova, na Itália. Mesmo diante de tantas dificuldades sofridas, e de um sistema diferenciado de disputa, o balanço do prova foi positivo. Além disso, Guiga e Youssef não corriam juntos, desde Portugal, no ano passado, e a possibilidade de disputar um etapa do Mundial, foi um grande treino para a dupla, diante de equipes muito competitivas.

“A experiência foi ótima aqui na Itália! Desde 2005, este rally estava no meu radar! Correr com um novo carro, com a nova equipe, a South Racing e sobretudo, voltar a competir é muito bom! O Baja Italia é um Rally curto, de dois dias, três contando com o prólogo, mas é uma prova bastante desafiadora. Repetir a Especial exige muito! A velocidade vai subindo volta a volta, e o levantamento dos obstáculos nas Especiais iniciais, é muito importante para anteciparmos o que vem pela frente e conseguirmos ser mais rápidos que os nossos adversários. Nós não saímos daqui contentes com o resultado (15o lugar no geral), sempre entramos em uma disputa para vencer, mas a dupla voltar à atividade, o que não acontecia desde o Baja Portalegre é algo a se comemorar. Logo depois que o problema do prólogo foi solucionado, andamos sempre entre os 5 melhores, mostrando que retomamos nosso ritmo de prova. O carro se mostrou muito resistente, prazeroso, rápido e confortável. Tem muito potencial a ser explorado e oferece excelente oportunidade de disputa, de igual para igual, com competidores de nível mundial”, afirma Guiga Spinelli.

 O Baja Italia, disputado na região de Pordenone, foi a 6a etapa do Mundial de Rally Cross Country FIA.

Confira o resultado completo do Baja Italia aqui.

 

Fique por dentro do que acontece com a dupla Guiga Spinelli e Youssef Haddad através dos canais abaixo:

Facebook: @petrobrasrallyteam
Instagram: @petrobrasrallyteam
Youtube: Petrobras Rally Team
Twitter: @petrobrasrally
www.petrobrasrallyteam.com.br

Petrobras Rally Team tem patrocínio Petrobras, realização Spinelli Racing e apoio TPSR, K-Uni Confecções, Haras Fabuloso, Sparco, Artmix e M-Tech Multimarcas

MTECH
Marca da HPE Automotores do Brasil, detentora das marcas Mitsubishi e Suzuki no Brasil. A marca com DNA 4X4 agora é multimarcas. A experiência com veículos é um grande diferencial para desenvolver produtos com alto padrão de qualidade e tecnologia.
www.mtech.com.br

Spinelli Racing
Especializado em projetos especiais de engenharia automotiva e automobilística, sob o comando da dupla Guiga Spinelli e Youssef Haddad.
@spinelliracing

TPSR Experiência de Sabor
Processos artesanais de carnes especiais – única produtora do Wangus no Brasil (Wagyu x Angus). Cuida desde a genética do embrião até a entrega da carne na casa dos clientes.
www.tpsrwangusbeef.com.br

Haras Fabuloso
Localizado entre as montanhas da Serra da Mantiqueira, em Divinolândia. Cria, comercializa, promove eventos e treina cavalos da raça Mangalarga.
facebook.com/harasfabuloso

.

.

Informações divulgadas pela assessoria de imprensa.