Acompanhem como foi a etapa de Goiânia do Mitsubishi Motorsports, junto com nossos amigos Léo e Pri de Belo Horizonte!

.

Pense em poder participar do maior Rally mono marca do país e ainda poder estar lado a lado com o que existe de mais importante no calendário do off road nacional… Pois é, par nós isso também representava uma oportunidade única! Mitsubishi Motorsports  etapa Goiânia e de brinde estar junto do ponto de partida do Rally dos Sertões!

Estamos de volta aqui no Tulipa Rally para contar um pouco desta marcante etapa do campeonato da Mitsubishi…

Tudo começa na sexta feira no Autódromo Internacional Ayrton Senna (só esse nome já faz qualquer fã de automobilismo se sentir em um lugar especial) porém dessa vez a movimentação tradicional que sempre acontece nas etapas da Mit teve um grande extra, com um deslumbre de carros e equipes ultra-preparados fazendo qualquer um ficar de queixo caído com a estrutura dos apoios do maior cross-contry do Brasil… O aquecimento dos Sertões é um festival de supermáquinas, mostrando o que existe de mais profissional, tecnológico e barulhento no nosso esporte (hehehe)!

Depois de passear pelas equipes e ficar sonhando com os carrões é hora de voltar ao check-list que todo rallyzeiro não pode se distrair: secretaria, adesivagem, vistoria, aferição, briefing, etc. Como de costume, tudo muito confortável, organizado e dentro do horário.

Sábado precisamente às oito horas largou o primeiro graduado! Nós às 8:34 partimos para mais uma prova! Depois de um deslocamento de aproximadamente 40 minutos iniciamos a parte fora de estrada e logo na primeira etapa, já em fazenda fechada, o primeiro, e na nossa opinião, mais complexo e decisivo balaio já colocava alguns carros na briga para voltar para o tempo.

Seguindo o que parece ser um novo padrão nas provas da Mitsubishi, tivemos uma prova sem um segundo de calmaria, mudança de média o tempo todo, com necessidade de navegação atenta e pilotagem arrojada. O piso seco, com muita poeira de Goiânia, contribuía para uma dose de adrenalina extra com as escapadas de curvas e principalmente com a nuvem densa que ficava no rastro de cada competidor, dificultando muito quando era necessário aproximar e passar algum amigo perdido.

Depois de um neutro de vinte minutos em um posto de abastecimento, voltamos para mais uma região de fazenda de cana de açúcar. Desta vez, apesar dos laços não serem tão complexos, as mudanças de direção e retomadas de média em um terreno com grande variedade de entradas e cana baixa, ditaram o ritmo da segunda e terceira provas. Tudo muito rápido e intenso! Um Show de prova! Praticamente 100% do tempo em fazendas fechadas o que torna tudo, além de muito seguro, ainda mais divertido. Parabéns à diretoria de prova, realmente impecável!

De volta ao autódromo, justamente pela intensidade da prova, na tradicional enquete entre os competidores ficava difícil prever qualquer resultado… E depois de muito pouca espera tivemos a divulgação das parciais e entrega das premiações desta vez ao ar livre, com o céu super ensolarado, em meio ao coração do primeiro dia dos Sertões! Pra nós um gostinho mais especial ainda porque ainda levamos um sonhado segundo lugar na categoria turismo (que essa sorte de principiante continue nos acompanhando!!!!). Goiânia ficou como uma ótima lembrança e um gosto grande de “quero-mais”! Com certeza voltaremos ano que vem, só que na próxima vez pretendemos ficar mais tempo!

Léo e Pri  (não os tulipas famosos, os de Minas rsrsr)

.

.

Confiram aqui os resultados completos!

.