Depois de 3 dias de intensas provas, o rally Transcatarina chegou ao final de sua sétima edição.

Vejam o que a Camila Mazoni achou:

Nossa estréia no Transcatarina foi eletrizante!

A ansiedade do primeiro dia, a prova bemmm diferente do que estamos acostumados e o piso muito liso acabaram nos prejudicando um pouco, mas ficamos muito felizes em terminar a prova! Show!!!

Segundo dia já foi mais bacana, pois estávamos nos adaptando ao estilo de prova, conseguimos melhorar nossa colocação, mas o mais importante: provas extremamente dinâmicas, médias altas e muita adrenalina!!

O terceiro e último dia foi de muita tensão, pois tinha o tal “bananal” e a pista do “seminário”…. Durante as provas ocorreram muitos cortes devido as fortes chuvas na região, mas nada que atrapalhasse. Na chegada para o almoço, a surpresa: nosso pneu furou!!!! Correria para achar borracheiro e arrumar a tempo de ir para o bananal….adrenalina a mil, chegamos a tempo e fizemos o restante da última prova do dia…..muitos trechos atrasados, mas fizemos a prova toda, sem erros!

Felizes com o resultado e em conseguir finalizar o Transcatarina sem problemas….organização show, estão de parabéns!!! Tudo muito bacana, desde a inscrição ao evento de premiação do último dia! O Edson da um suporte fantástico com os participantes de primeira viagem, como nós!

Uhuhuuuuuu😀😀😀😀

 

Já para o Guilherme Barbosa, que participou do transcatarina pela segunda vez, a prova também foi ótima, confiram:

Com perto de 200 mm de chuva o que a equipe do Transcatarina fez foi um trabalho sensacional!!!

Conseguir organizar um evento desse porte, com as dificuldades inesperadas causadas pelo tempo é para poucos. Eles estão de parabéns!!!!

 

O dia de hoje teve muita coisa, começou com um trecho cortado pois nas estradas de acesso a uma fazenda tinha um pessoal trabalhando com muitas máquinas e tratores e como eram trechos navegados, por segurança a organização achor melhor cancelar.

Na sequencia, tivemos muitos balaios, trechos em fazendas com velocidades justas. Depois passamos para uma segunda fazenda mais aberta, com velocidades bem altas e o pessoal até brincou que quem faz Transcatarina tem passaporte garantido para rally de velocidade! É preciso muita perícia para conseguir andar zerado, tenho que tirar o chapéu para o pessoal da master e graduados, e até da turismo mesmo, que consegue andar zerado. A gente hoje teve média de até 72 km/h.

Depois de um deslocamento, tivemos mais um trecho cortado, só a máster que andou porque tinha muita erosão. Depois disso foi a descida da serra e, a já famosa no Transcatarina, pista do bananal. Nessa pista, que foi bem difícil e técnica, andamos em uma plantação de banana que é inclinada, com manobras bem justas, bem difícil de andar, atrasamos algumas vezes, mas foi bem emocionante.

Depois disso fomos para a pista do seminário, também famosa por aqui, onde tinha um balaio bem grande, alguns trechos com médias um pouco mais baixas e outros com médias de 21 km/h, onde dava pra andar mais tranquilo, até adiantei um pouquinho.

Depois fomos para a Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul. Ali estava bem legal, não tinha PC, ao chegar já encontrávamos com o Deco que estava coordenando a saída dos carros, era uma saída em conjunto, o carro da frente que já tinha entrado no balaio, cortava e passava pelo que estava largando. Tinha um trecho que os carros andavam um ao lado do outro e tudo acompanhado por um helicóptero, fazendo as filmagens. Um show a parte.

Depois tivemos umas curvas em alta e cada um podia fazer do seu jeito, nessa parte não tinha PC e quem quisesse abusar podia, tinha bastante gente acompanhando. Deu pra fazer umas curvinhas de lado, deu para se divertir!

Todos nós terminamos bem a prova!

Ainda precisamos comer muito arroz e feijão para ter mais perícia na pilotagem e feeling para ajustar o hodômetro para andar junto com os caras aqui, mas valeu muito a pena!

Os resultados, fotos e notícias da prova estão disponíveis no site da SC Racing (clique aqui).