Campo Grande (MS) – Faltam 40 dias para a largada do Rally dos Sertões 2017, quando competidores, organizadores e patrocinadores se reúnem em Goiânia (GO) para dar início à prova. A histórica edição de 25 anos de uma das maiores competições off road do planeta pela primeira vez terá Mato Grosso do Sul como ponto de encerramento. E nesta segunda-feira (10/7), a vice-governadora Rose Modesto, o diretor-geral da Dunas Race, Marcos Moraes, e o diretor-presidente da Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul, Bruno Wendling, assinaram contrato de parceria e lançar a contagem regressiva para a competição, que parte da capital de Goiás em 19 de agosto e chega em Bonito (MS), no dia 26.

 

A cerimônia de assinatura ocorreu na Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul e contou com a participação de várias autoridades, entre elas o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, o secretário de Cultura e Cidadania, Athayde Nery, os prefeitos das cidades de Coxim (MS), Aquidauana (MS) e Bonito, além dos pilotos sul-mato-grossenses Marcello Freitas e Marcelo Faustino, que irão disputar o Rally dos Sertões.

O governador Reinaldo Azambuja, que não participou do evento em razão de outros compromissos, destacou a importância da prova. “O Rally dos Sertões é um evento esportivo importante, de visibilidade internacional e que coloca os olhos do mundo em Mato Grosso do Sul. É gratificante poder participar do roteiro de uma das maiores competições off road do mundo, principalmente na fase da premiação. Ficamos extremamente felizes em poder receber esse evento, que se torna mais especial no ano em que Mato Grosso do Sul completa 40 anos”, disse.

“O Rally dos Sertões é muito mais que uma competição esportiva. É um evento que movimenta setores importantes da economia, como turismo, hospedagem  alimentação. Temos informações que vários hotéis das três cidades do Mato Grosso do Sul que receberão a prova estão lotados. Isso mostra que o nosso objetivo foi alcançado. Agradecemos muito ao Mato Grosso do Sul pela parceria”, afirmou Marcos Moraes.

Um dos exemplos é o Fenix Plaza Hotel, de Aquidauana (MS). “A procura foi intensa e estamos com 100% de ocupação para o dia que o Rally dos Sertões passará pela nossa cidade. Seria fantástico se isso ocorresse todos os anos”, afirmou o gerente Nilton César de Almeida Azevedo.

Bruno Wendling, Marcos Moraes e a vice-governadora Rose Modesto participaram do evento
Foto: Ricardo Ribeiro/Vipcomm

A movimentação ocorre nas três cidades sul-mato-grossenses que estão na rota do Rally dos Sertões. “Será um impacto muito positivo para Bonito, cidade em que 60% da população vive do turismo. Será uma semana de alta em plena baixa temporada. A procura está intensa e alguns hotéis estão com todos os leitos bloqueados”, afirmou Rodrigo Coinete, responsável pelo Observatório de Turismo e Bonito Convention Visitors Bureau.

“Estamos em contagem regressiva, preparados e com grande expectativa para receber o Rally dos Sertões, que  vai  movimentar a economia de hotéis, restaurantes, postos de combustíveis, supermercados e comércio como um todo. A previsão para Bonito é ainda melhor, pois muitas pessoas devem ficar na cidade após o encerramento do rali para passeios e atividades turísticas. Além disso, estimamos que o evento deva gerar mídia espontânea de cerca de R$ 30 milhões para Mato Grosso do Sul, tanto nacional quanto internacionalmente”, declarou Bruno Wendling.

A edição de 25 anos do Rally dos Sertões terá 3.344 quilômetros e passará por três estados (Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul). A prova é disputada por carros, motos, quadriciclos e UTVs e receberá pilotos e navegadores de todas as regiões do país, além de estrangeiros.

.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

16/08/2017
Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017
Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017
Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017
Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017
1ª Etapa
Goiânia (GO ) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km
Especial (trecho cronometrado) – 310 km
Deslocamento final – 152 km
Total do dia – 702  km

21/08/2017
2ª Etapa
Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km
Especial (trecho cronometrado) – 245 km
Deslocamento final – 0 km
Total  do dia – 361 km

22/08/2017
3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km
Especial (trecho cronometrado) – 297 km
Deslocamento final – 8 km
Total do dia – 305 km

23/08/2017
4ª Etapa
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km
Especial (trecho cronometrado) – 263 km
Deslocamento final – 96 km
Total do dia – 463 km

24/08/2017
5ª Etapa
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km
Especial (trecho cronometrado) – 430 km
Deslocamento final – 210 km
Total do dia – 653 km

25/08/2017
6ª Etapa
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km
Especial (trecho cronometrado) – 194 km
Deslocamento final – 173 km
Total do dia – 428 km

26/08/2017
7ª e última etapa
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km
Especial (trecho cronometrado) – 310 km
Deslocamento final – 2 km
Total do dia – 432 km
Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km
Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)
Cerimônia de Premiação

 

.

.

Informações divulgadas pela assessoria de imprensa.