No final de semana aconteceu o Ibitipoca Off Road, reunindo quase 450 motos e mais de 50 carros entre 4×4 e 4×2 numa prova muito charmosa, linda, cheia de poeira e muito desafiadora.

“Um evento muito grande e bonito de se ver, 450 competidores de motos e mais todas as equipes de apoio, mecânicos, stands de peças de moto, muita gente reunida. E com os competidores no rally de regularidade, o evento se torna maior ainda. O local onde foi a largada estava bem estruturado, muito bem arrumado e comportava todos os competidores muito bem. A estrutura do Ibitipoca Off Road realmente não deixou nada a desejar.” comenta o piloto Leonardo Lanziotti da categoria Turismo 4×4.

A primeira prova aconteceu no local conhecido como Condomínio, um loteamento dentro de Juiz de Fora. Foi uma prova bem curta, com apenas 6 km, mas muito intensa. As três categorias fizeram a etapa muito bem, mas teve competidor da Light que chegou a sair com 45 minutos de atraso do balaio.

“Tivemos que ir resgatar alguns competidores, mas a vontade era tão grande, que eles queriam continuar pra terminar a prova, aprender como se faz. Muito legal isso, o espírito da competição falou mais alto.” comenta Weidner, diretor técnico do rally.

Depois do primeiro balaio, os competidores seguiram por estradas mais em linha em direção ao neutro no posto Vagem, onde encontraram com todos os demais participantes, inclusive com as 450 motos que estavam participando do enduro. Realmente um evento monstruoso.

Após 40 minutos de descanso, seguiram em direção a segunda prova do dia e devido a geografia da região, tiveram um deslocamento pela frente para chegarem até Bom Jesus do Vermelho. A partir de lá, já encontraram estradas mais largas e com médias mais apertadas, subindo e descendo serras com muita poeira, seguindo assim até a área de reflorestamento onde a prova voltou a ser muito técnica e bastante pegada.

“Foi uma terceira prova muito engraçada, gente perdida pra tudo quanto é lado e todo mundo elogiando o desafio que encontraram pela frente.” complementa Weidner.

Para Léo Lanziotti e Priscilla Nogueira, o primeiro dia do rally foi estilo Weidner mesmo:

“Uma prova muito pegada, com entradas bem marcadas e referências muito curtas, de 10, 20 metros, mas tudo muito bem medido, hodômetro perfeito, tudo muito bem detalhado na planilha e medidas precisas.”

A dupla Adriana e Sérgio, da categoria Turismo Light, aproveitou um dia antes do Ibitipoca para um treinamento junto com o pessoal da Max Rally, no centro de treinamento da equipe, conhecido como Velopé.

“Fizemos o treinamento com o Lobsang o que nos ajudou muito numa das provas mais difíceis que participamos. Fizemos o balaio do primeiro dia muito bem, não erramos nada e conseguimos fazer no tempo da prova. Uma prova bem complicada e difícil, curvas com médias bem apertadas mas muito divertida, e fomos muito bem no primeiro dia, ficamos em primeiro lugar na prova, mas não conseguimos manter a posição no segundo dia depois de um problema com nossos amortecedores, mas ainda sim foi muito bom ter participado do Ibitipoca”.

Depois dos balaios finais, 20 minutos de deslocamento e premiação do primeiro dia de Ibitipoca, na cidade muito aconchegante que respira ecoturismo e o off-road.

O segundo dia de prova saiu de Ibitipoca por estradinhas apertadas, cheia de alças, até os participantes encontrarem um grande reflorestamento, com estradas boas permitindo médias mais altas e balaios longos, alternando com balaios curtinhos, garantindo a diversão na parte da manhã entre os competidores. As duplas continuaram percorrendo o trecho de especial até chegarem em Souza do Rio Grande, onde voltaram a encontrar uma prova cheia de balaios curtinhos até o município de Olaria, seguindo em deslocamento novamente até o posto Vargem, caminho de volta à Juiz de Fora, onde os pilotos chegaram novamente no “Condomínio” para a última prova do rally.

“Nesta terceira prova, nós resolvemos cortar a categoria Turismo Light pois as distâncias foram muito grandes, cerca de 200 km no segundo dia. Mas as categorias Graduados e Turismo se divertiram um pouco mais, na prova mais pegada do dia. Tivemos que resgatar carro lá de dentro ainda com 40 minutos de atraso. Realmente uma prova bem difícil para todas as categorias.” finalizou Weidner.

O 27º Ibitipoca foi marcado por uma prova limpa, sem reclamação dos competidores com relação a parte técnica, planilha muito bem desenhada, médias muito boas, balaios desafiadores, um evento fantástico e realmente muito charmoso.

“Um evento maravilhoso, prova muito boa, tensa e muito rápida, balaios justos com médias altas. Nota 10 de organização, prova muito bem medida, tudo andou perfeito, planilha sem erros, tudo acontecendo no horário exato da programação.” complementa Léo Lanziotti.

.

Confiram os resultados após os dois dias de prova:

Resultados Gerais 

Graduados 4×4
1º – 501 – Marcos Leal e Rodrigo Peterneli – Juiz de Fora/MG
2º – 500 – Fernando Antonio de Padua Lage e Gustavo Schmith – Belo Horizonte/MG
3º – 504 – Wander de Almeida Filho e Roberto Luiz Spessatto – Nova Lima/MG
4º – 503 – Caio Junqueira e Matheus Mazzei- Juiz de Fora/MG
5º – 508 – Ricardo Barra e Vanderlei Hirt – Niteroi/RJ

Turismo 4×4
1º – 523 – Bruno de P. Pereira e Ricardo Barbosa – Juiz de Fora/MG
2º – 522 – Leonardo Lanziotti e Priscila Nogueira Maciel – Belo Horizonte/MG
3º – 516 – Gustavo Valente Santos e Amir Novaes  Resende – Resende/RJ
4º – 520 – Jose Marcos da Silva Junior e Anibal Maini Vieira – Juiz de Fora/MG
5º – 521 – Rafael Cagnin e Rafael Borges – Juiz de Fora/MG

Turismo Light 4×4
1º – 545 – Ronaldo Salles de Sá e Daniel Florêncio Reinholz – Domingos Martins/ES
2º – 538 – Vinicius Menezes Pinto e Mateus Machado Ferreira – Juiz de Fora/MG
3º – 526 – Raimundo Barbosa e Rafael Peracci – Juiz de Fora/MG
4º – 524 – Lucas Ribeiro Franco e Filipe Santos Mancini – Juiz de For/MG
5º – 525 – Sergio A. C. Maurano e Adriana Maurano – São Paulo/SP

Turismo 4×2
1º – 555 – Sebastião Fabio Lage Junior e Eduardo Junior Campos – Conçeição Ibitipoca/MG
2º – 552 – João Paulo de Sousa Calvário e Lucas Cunha Soares – Juiz de For/MG
3º – 556 – Marcelo Miana e Guilherme Deotti – Juiz de Fora/MG
4º – 554 – Marcos Dias Justo e Gabriel Celio Fortes – Conçeição Ibitipoca/MG
5º – 551 – Anderson Cardoso Guimaraes e Lindberg Gonçalves Pereira – Juiz de Fora/MG

.

Resultado completo do primeiro dia

Resultado completo do segundo dia e Ranking final

.

Site oficial: www.ibitipocaoffroad.com.br

.

.

Apoiadores