Você conhece a Judith?

Ela é uma Tucson 4×2 mas com espírito off road maior que de muito 4×4… O Rodrigo Souza (piloto) e a Lia Souza (navegadora) levam a Judith para viver grandes aventuras por aí e tem um site onde contam suas histórias, o Diários de Judith!

Confiram aqui como foi a participação deles na primeira etapa dos campeonatos Mineiro e Carioca Off Road, não faltou emoção!

.

Judith em seu primeiro desafio na Turismo Light

Judith em seu primeiro desafio na Turismo Light

Após encarar um vice-campeonato (2º) em 2014 e um campeonato (1º) em 2015 na categoria Universitários no Campeonato Carioca Offroad a tripulação de Judith foi conferir a “maior idade” correndo em uma categoria exclusiva para carros 4×4, no caso a Turismo Light. Desde 2014 que praticamente não existiam carros 4×2 correndo na categoria Universitários, deixando dessa forma a mesma desfalcada de sua finalidade mas dando um bom “aperitivo” para a tripulação de Judith sentir aonde aperta o calo, mas após o ensaio, o show precisa acontecer, certo? Vamos ao evento e aos resultados!!

Realizado com maestria pela Carioca Eventos tocada habilmente por Cristiano Serpa e Mariana a 1º Etapa do Carioca e também do Mineiro Offroad ocorreu na cidade de Matias Barbosa/MG sendo mais específico no centro empresarial denominado PARKSUL localizado na BR 040 km 801. A concentração ocorreu no restaurante recanto verde – restaurante do Dudu e tudo correu muito bem, como programado, uma pequena demora na disponibilização das planilhas mas rapidamente contornado. Foi utilizado o sistema de cronometragem da T15 Competições (http://www.t15.com.br/) para apuração da performance dos pilotos e tudo parecia ok e sob controle, o mesmo cuidado e empenho com o trajeto que o Cristiano Serpa apresenta a anos, o carinho e atenção da Mariana na secretaria de prova e uma equipe de apuração com equipamentos utilizados em diversos eventos incluindo a Copa Troller Brasil.

Dia de sol presente, sem nuvens e um calor dos bons deixaram o percurso seco o que de um lado parece bom, mas de outro complica as coisas já que correndo você acaba pegando a experiência e entendendo que piso “seco” na presença de muito pó além de se tornar escorregadio prejudica muito a visibilidade caso um outro competidor esteja na frente. O grande momento de Judith em termo de percurso foi um grande degrau logo após uma curva em subida, o próprio organizador antes do início do trecho parou perto de nosso carro e com um sorriso “infame” declarou:

“Tem um degrau legal para você”

Não será a primeira nem a última vez, já encaramos erosões, rios, aclives em saída de rio entre outras coisas e sempre é uma grande satisfação da equipe do evento quando conseguimos sair do enrosco, dessa vez precisamos parar para analisar as coisas, já que o carro não subiu de primeira apesar de ter um escape pela esquerda o mesmo era muito estreito para Judith (largura), logo, sim seria mais fácil, porém se escorregasse… Fim de prova. Após deixar alguns colegas de diferentes categorias passarem (lembrem-se do fair-play!) notamos que caímos em um “X” (Quando uma roda da frente e uma da traseira em lados opostos ficam penduradas) quando demos ré para que nossos colegas passassem, Rafael Souza não teve dúvidas, pulou no caput equilibrou as rodas dianteiras no chão e pé no porão!! Judith engoliu o obstáculo com um belo “King” e saímos do enrosco, todos no carro novamente e vamos embora… Só que… Logo a navegadora Lia Souza declara…

“Vamos passar lá de novo…”

Silencio mortal no carro, as instruções eram dadas, seguidas mas apenas a informação “Vamos passar lá de novo” ecoava na cabeça de todos, porém o degrau subiu e cachorro mordido por cobra fica esperto com corda, pé no porão, entrada correta, outro king e fomos embora!! Lógico que não podemos deixar de declarar que ao descobrir que não teria uma terceira passagem, agradecemos muito! Não restam dúvidas, Rally não é Raid mas algumas vezes pinta um obstáculo mais brabo sim e não tem jeito é superar, ou sentar e chorar.

Ao final da prova, voltamos para o restaurante aproximadamente as 15:00 horas e logicamente aguardamos o resultado sair para iniciar a viagem de volta, mas o mesmo começou a demorar, demorar, demorar muito até que um pequeno boato se formou, uma lista com diferentes resultados apenas até determinado carro apareceu, confirmando assim, que a crono estava com problemas na aferição do resultado. Os pilotos começaram a dispersar, por cansaço e até mesmo por incredulidade de que os mesmos seriam divulgados, a preocupação de Cristiano e Mariana era palpável, mas mesmo assim, lógico sempre comprometidos. No final das contas, se definiu que os resultados ficariam para segunda feira (04/04/16) dessa forma apesar de tudo pronto, inviabilizando entre outras coisas a premiação das 1ª Etapas do Carioca e Mineiro de 2016, mas enfim os resultados foram divulgados.

Como podemos ver em nossa primeira tentativa na Turismo Light conseguimos um quinto lugar no Campeonato Mineiro de Off Road e um sexto no Campeonato Carioca de Off Road. Rapidamente fica fácil concluir que foi um bom começo diante do número de competidores da categoria (6º de 16 competidores) e da experiencia dos pilotos da Turismo Light. Porém entendemos que “O Kansas não esta mais por aqui”, ou seja, a fase do conforto na categoria Universitários, apesar de desafiadora e basicamente ocupada por 4×4, acabou. A equipe esta focada na Turismo Light, se reinventando e se preparando para a 2º etapa.

E é isso aí!! Quer conferir mais fotos? Dá um confere nas fotos tiradas pela equipe da Diários de Judith!

ÁLBUM FOTOS PRIMEIRA ETAPA CARIOCA E MINEIRO OFFROAD 2016

.

.

E você aí achando que 4×2 só ia pro shopping né?

.

Vejam aqui outro relato da prova e também os resultados!

.

A próxima etapa dos campeonatos acontecerá junto com o rally Estrada Real, dia 26 de Maio em Belo Horizonte a 2ª etapa do Mineiro Off Road e 28/05 em Itaipava a 2ª etapa do Carioca.

Nós, do Tulipa Rally, também estaremos presentes no Rally Estrada Real, continuem acompanhando aqui pelo site todas as novidades!