Edu Piano/Solon Mendes, Rodrigo Luppi/Fausto Dallape e Augusto Montani/Gabriel Dall Agnol começam a acelerar na primeira etapa entre Goiânia e Formosa (GO)

A Território Motorsport disputa a maior prova off-road do país com três duplas nos UTVs: Edu Piano/Solon Mendes #207, Rodrigo Luppi/Fausto Dallape #232 e Augusto Montani/Gabriel Dall Agnol #236. Os hexacampeões Edu Piano (Tatuí/SP), 49 anos, e Solon Mendes (Fortaleza/CE), 54 anos, iniciaram com otimismo a participação no 26º Rally dos Sertões. A bordo do Can-Am Maverick X3 fecharam as três voltas do Prólogo, no Autódromo Internacional de Goiânia, com 4º tempo na Over 45 (6min7s). E largaram, neste domingo, para a 1ª etapa, na 12º posição entre os 46 UTVs da competição.

Em sua 23ª participação consecutiva e um dos recordistas de títulos da prova, são sete no total, Piano acredita que o primeiro dia será complicado.  “Acho que será uma das etapas mais difíceis que já fizeram nos Sertões. A nossa estratégia é avaliar bem a concorrência, que está muito grande. Este ano, acredito há mais de 20 pilotos candidatos ao título. Mas vamos fazer o nosso trabalho, como sempre fizemos nestes anos, que conseguimos bons resultados”, diz o multicampeão.

Este é o terceiro ano da dupla Piano/Mendes nos UTVs, a categoria que mais cresce nos últimos anos. “A expectativa é boa, estamos com uma estrutura bem mais completa, em termos de equipamentos, peças, carros de apoio; além de uma equipe maior”, diz Piano. Além dos três UTVs, a equipe está com três carros de suporte rápido, caminhão de apoio de peça. E estamos com 12 profissionais entre mecânicos, engenheiros, chefe de equipe, motoristas e ajudantes.

Sobre o Prólogo – “O Prólogo foi tranquilo e dentro do planejado. Estamos na categoria dos mais experientes e onde há três campeões. Nesta primeira etapa devido à dificuldade, acredito que vai dar uma selecionada nos participantes. O negócio será usar a cabeça”, diz o navegador Solon Mendes, o único cearense com seis títulos na prova.

Rodrigo Luppi (Vinhedo/SP) e Fausto Dallape (Atibaia/SP) concluíram o Prólogo em 12º na categoria UTV Pró Turbo e com o 18º tempo na geral, com 6m12. “Ficamos satisfeitos, a prova foi dentro daquilo que nos propusemos a fazer”, diz Luppi. “Como a suspensão do nosso carro é toda nova e importada, optamos por não rebaixá-lo por enquanto. Nosso carro veio preparado para a corrida e não para o Prólogo”, completa o piloto.  O desafio está lançado. O navegador também o resultado bom: “Andamos dentro das expectativas e nos saímos exatamente como planejado. O rali para valer a partir de agora”, afirma Dallape.

Já os estreantes na prova, Augusto Montani (Luís Eduardo Magalhães/BA) e Gabriel Dall Agnol (Palmas/TO) terminaram na 25º posição na categoria Pró Turbo e 37º na geral, com 6m46s. “Ainda não entramos na poeira, mas foi bom. Temos muita coisa pela frente para desbravar, mas estamos preparados, temos um bom carro e uma boa equipe”, ressalta Dall Agnol.

O Rally dos Sertões 2018 vai passar pelos estados de Goiás, Piauí, Bahia e Ceará e reúne as categorias motos, quadriciclos, UTVs e carros e termina dia 25/8, em Fortaleza. Terá um total de 3.607 quilômetros.

Com sede em Tatuí (SP), a Território Motorsport é uma das equipes mais tradicionais no grid do Rally dos Sertões e é chefiada por Piano. Durante 12 temporadas (até 2014) a equipe representou o time oficial da Ford Caminhões na competição e conquistou oito títulos. E também, entre 2011 e 2014, foi a equipe oficial da Troller quando sagrou-se bicampeã da prova na Production T2. A partir de 2016, Piano passou a competir e a preparar UTVs.

A equipe Território Motorsport conta com o patrocínio da Casa Domingues de Pianos, Minuano Petróleo, VQV, Best Fuel e apoio da MotoBuy.

.

.

Informações divulgadas pela assessoria de imprensa.