Conversamos com Youssef Haddad, engenheiro responsável pelo desenvolvimento dos carros de competição da Mitsubishi Ralliart, que começou sua carreira em provas de rali de regularidade, os chamados Raids. Com o passar do tempo, a paixão pelas provas fora de estrada só aumentou.

Formado em engenharia mecânica pela USP, Youssef entrou no rali cross-country em 2002. Dois anos depois, teve a primeira experiência como navegador e a partir daí, não parou mais. Ele é tricampeão do Rally dos Sertões e, ao lado de Guiga Spinelli, ganhou o troféu Rookie Challenge no Rally Dakar como melhor estreante no campeonato em 2009. E agora, além de engenheiro, navegador e piloto, Youssef virou dublê nas horas vagas!

É isso mesmo, com a estreia da novela das 7 da Rede Globo, Haja Coração, história que faz uma releitura de Sassaricando, novela de Silvio de Abreu exibida em 1987 e que traz entre suas tramas a história de Apolo, interpretado por Malvino Salvador, um caminhoneiro que sonha em ser piloto profissional, Youssef acabou virando o dublê nos momentos onde os atores estão acelerando os carros de corrida.

 

Confira o bate-papo que tivemos com Youssef:

 

Tulipa Rally (TR): Youssef, como surgiu o convite para você dublar o personagem Apolo (Malvino Salvador) nos carros de corrida na novela Haja Coração?
Youssef Haddad (YH): O convite veio através de uma parceria da Mitsubishi Ralliart com a Rede Globo. Como gerente de competição, coordenando este trabalho de dentro da Ralliart e com a necessidade de colocar os carros em ação, foi um caminho natural que eu pilotasse um destes carros.
TR: Os atores chegam a pilotar ao menos um pouco ou só tomadas com o carro parado?
YH: Na verdade em nenhum momento de ação os atores pilotam os carros. Os momentos que os atores estão em cena, em momentos bem pontuais, chegando com o carro e parando apenas, sempre tem um piloto da Ralliart presente e pilotando nos demais momentos ou em cenas de velocidade mesmo.
TR: Vocês chegaram a dar aula de pilotagem para os atores?
YH: Nós não chegamos a dar nenhuma aula de pilotagem para a equipe da Rede Globo, mas sim todas as devidas indicações de posição dentro do carro, posição para segurar o volante, tudo para que as cenas ficassem o mais real possível. Estas foram as orientações que os atores tiveram de nossa equipe.
TR: As cenas são acelerando de verdade ou é tudo truque de edição?
YH: Não é bem acelerando tudo não, por que é uma gravação só, mas tentamos sempre andar num ritmo bem forte para tornar as tomadas de filmagem o mais real possível, existe sim esta preocupação para as imagens serem as mais fiéis ao rally de verdade.
.

Cenas da novela Haja Coração, da Rede Globo.

TR: E o assédio? É maior por parte da equipe com os atores ou dos atores assediando vocês, pilotos?
YH: Quanto ao assédio, o ambiente é tão profissional, tão focado no resultado final, que não tem uma questão de assédio, mas uma boa parceria em prol de se gerar as melhores imagens e termos o maior realismo possível. Existe sim uma relação bem positiva e de respeito por ambas as partes.
TR: E a Cleo Pires, Haja Coração (rsrsrs)?
YH: A Cléo, sem dúvida, foi uma grata surpresa. Sempre muito simpática com todos, mecânicos, equipe e demonstrou muito gosto pelo rally, como são as competições, os carros. Quem sabe, aí no futuro, a gente não tenha ela realmente pilotando…
TR: Você, nos últimos rallys como Dakar e Sertões, participou como navegador e agora mostrando toda a habilidade como piloto. E aí? Melhor atrás da planilha ou do volante?
YH: Na verdade não consigo classificar uma melhor posição entre navegador, piloto ou mesmo engenheiro e como um membro da equipe da Ralliart temos que jogar conforme a necessidade, em diferentes posições quando é preciso. Realmente o histórico de resultados está na navegação, mas continuo fazendo todo um trabalho de desenvolvimento e testes pilotando os carros desenvolvidos por nós. Então, hoje eu diria que em tempo, piloto muito mais que navego, embora isso apareça muito pouco. Enquanto o que é melhor, é bem difícil divulgar. Meus melhores resultados vieram mesmo navegando, mas pilotar é uma sensação bem diferente.
TR: Quais os planos para esse ano? Vai para o Rally dos Sertões?
YH: Sim, este ano vou estar presente no Rally dos Sertões com certeza, mas não correndo. Em função a uma reorganização da Ralliart era o momento de eu estar mais concentrado na equipe mesmo, então vou como chefe da equipe, coordenando pilotos e mecânicos. É uma opção, claro que a gente sempre quer estar competindo, mas para a marca, para a Ralliart, no momento é mais importante eu estar liderando a equipe e não competindo. Mas isso não quer dizer que eu não continue correndo provas de rally, é provável que pro final do ano teremos boas novidades.
.

.

Agradecemos ao Youssef pela atenção e desejamos boa sorte nesta nova fase de sua carreira!

Estaremos lá no Rally dos Sertões acompanhando tudo de perto e em casa assistindo a novela!

.

 

.Confira também o ator Malvino Salvador dando uma volta no Lancer de corrida com Guiga Spinelli.

.

.

O post Profissão: Engenheiro, navegador de rally e dublê de piloto nas horas vagas foi publicado primeiro em Tulipa Rally.

.

Apoiadores