Hoje foi dia de maratona no rally.

Maratona? Sim, e o chefe da equipe da Mitsubishi Petrobras, Detlef Altwig, explica como serão os próximos dois dias para os pilotos e para a equipe:

“Os carros de competição partiram do apoio de Jujuy para a especial do dia, que é um laço e assim eles voltam para cá e ficam em regime de Parque Fechado, ou seja, sem nenhuma assistência. Nem os próprios pilotos e navegadores podem trabalhar nos carros. Todo o apoio está seguindo neste momento para Tarija na Bolívia, onde haverá um Bivouac apenas para pernoite, sem nenhum trabalho. Amanhã a especial segue para Uyini na Bolívia e os apoios também para recomeçar os trabalhos de reconstrução dos carros!”

Confira um vídeo com os veículos no parque fechado da maratona.

 

Ta legal, entendemos o que é a Maratona, mas e Bivouac?

Isto eu mesmo posso explicar para vocês:

O Bivouac é o lugar onde os participantes acampam durante a noite. Todos os dias no Rally Dakar começa e termina em um bivouac. Há cerca de 4.000 pessoas em um acampamento, incluindo os concorrentes, mecânicos, pessoal da equipe, funcionários do rally, pessoal médico e representantes da imprensa. O bivouac Rally Dakar se parece durante a noite como uma aldeia após a corrida. Uma equipe acompanha um bivouac para fornecer refeições para os envolvidos, e há até mesmo uma equipe de coleta de lixo. Bivouacs geralmente são montados em/ou perto de um aeroporto para que a equipe de organizadores, membros da imprensa e outros indivíduos que não estão na verdade competindo no movimento rally de bivouac a bivouac, possam se deslocar mais fácil entre os acampamentos, de helicóptero ou avião.

Confira neste post fotos do Bivouac.

 

Agora vamos falar dos competidores?

Carros

É, Loeb, mesmo com uma excelente estreia no rally, não conseguiu segurar por muito tempo sua invencibilidade, mas fica imposta a superioridade do Dream Team da Peugeot. A quarta etapa que teve largada e chegada a San Salvador de Jujuy, com 428 quilômetros, os Peugeot 2008 DKR dominaram esta primeira grande “etapa de Dakar”, Stéphane Peterhansel foi primeiro, Carlos Sainz segundo e Sébastien Loeb em terceiro.

Na Classificação geral o líder é na mesma o Francês Sébastien Loeb seguido de Stéphane Peterhansel com quase 5 minutos de atraso e o terceiro é o Nasser Al-Attiyah que esta a 11 minutos de Loeb.

 

Os ASXs da equipe Mitsubishi Petrobras terminaram o primeiro dia de maratona muito bem. Seguem algumas das impressões deste dia para os competidores.

Para Francos (384)  foi uma especial muito difícil, dor de cabeça, falta de ar (devido a altitude), mas a vontade de chegar era grande. Ele ficou muito aliviado pelos 2 ASXs chegarem bem ao final da etapa e em uma boa posição. Devido as muitas depressões no trajeto, que não os deixavam acelerar tudo o que tinham, acabaram perdendo muito tempo nas retomadas de velocidade.

Gustavo Gugelmin (384) já achou que a especial foi muito rápida, com poucas retas, apenas 25km. O que mais pesou nesta etapa realmente foi muita dor de cabeça e agradeceu ao companheiro de equipe Paulo Fiúza pela aspirina, o que o ajudou a terminar o trajeto. Saem do primeiro dia de maratona com o dever cumprido e preparados para o próximo dia.

Paulo Fiúza (309) explica que hoje o dia é de bastante descanso para terminarem a etapa de maratona bem, como iniciaram.

Confira a classificação das duas equipes:

309 SOUSA (PRT), FIUZA (PRT) MITSUBISHI – 23 posição na etapa  –  54 posição na geral
384 FRANCIOSI (BRA), GUGELMIN (BRA) MITSUBISHI – 27 posição na etapa  –  40 na geral

 

No UTV Polaris, Leandro Torres e Lourival Roldan seguem firme na prova. Começaram na posição 78 e nos 5 primeiros WPs chegaram a perder 2 posições, mas esboçaram uma reação boa durante o dia de hoje e acabaram fechando o dia na P71. Na geral começaram da P92 e hoje já estão na P66 na geral de carros. No dia de ontem, foi publicado um comentário do piloto Leandro Torres, no Blog do Deco, sobre a especial de ontem:

“O artcat me segurou 40km no pó dele, mesmo a gente dando sentinel. Ele só diminui e não para, A especial de hoje foram 150 km de lama e 40 km de muito pó. Dai é fácil mas no pó se não tiver cabeça vc joga tudo fora. Consegui passar ele numa reta mas ele não parou. A especial foi muito rápida, mas com lama demais. Os carros da T2 também não param com sentinel, é bem complicado”, enquanto se preparava para descansar no parque de apoio, Torres disse ainda: “agora a noite está caindo o mundo e todo bivouac está debaixo d’Água , parece um brejo, no tem meio termo. Ou está muito quente ou chuva torrencial”.

Motos

O Brasileiro Jean Azevedo vem se recuperando bem da queda na segunda etapa e segue firme na prova, ocupando a 35ª colocação a 16min37seg do líder, no dia de hoje. Na geral ele chega na 99ª, numa boa recuperação após ter ficado em 132ª no terceiro dia.

 

Quadris

 

Quem está sorrindo a toa hoje é o brasileiro Marcelo Medeiros que assumiu hoje a vice-liderança da categoria quadriciclos no Dakar 2016.

O piloto maranhense foi penalizado ontem em 2 minutos por excesso de velocidade numa zona de radar e acabou perdendo a 4ª colocação conquistada na terceira etapa, mas sem alterar a classificação geral da prova até então.

Hoje Medeiros fez mais uma prova muito rápida e segura mostrando que é forte candidato ao titulo da prova. O piloto manteve-se no top5 na passagem de quase todos os CPs (Check-Points – os pontos de controle de passagem da prova). Chegou a ocupar a segunda colocação do CP02 ao CP05, mas acabou o dia com o sexto tempo na especial vencida pelo argentino Marco Patronelli.

Etapa_4-Quadri

Foto de ASO / Dakar.com

Com este resultado de hoje Marcelo Medeiros passa para a segunda posição na classificação geral acumulada, já que o sul-africano Baragwanath vencedor da etapa de ontem teve problemas e perdeu mais de 40 minutos em relação aos lideres. O chileno Ignacio Casale terceiro lugar hoje é o líder.

Marcelo Medeiros é bi-campeão do Rally dos Sertões e segue num ritmo muito consciente e sem correr riscos desnecessários, mas sem deixar de ser muito rápido e competitivo, perfeito para quem pretende ter um bom resultado no maior rally do mundo.

(Publicado no Blog do Deco)