Como somos apaixonados por rallys, é claro que não poderíamos deixar de fora o maior rally do mundo, o Rally Dakar. Acompanhe com a gente o melhor do Rally Dakar 2016.

Notícia divulgada pela assessoria de imprensa.

A organização do Dakar 2016 divulgou, em meados de setembro, a nova rota da competição, que precisou ser alterada após o Peru anunciar a saída da prova por conta do fenômeno climático El Niño. O rali acontece entre os dias 3 e 16 de janeiro. Com largada em Buenos Aires (ARG), os competidores partirão rumo à Bolívia e voltarão para Rosário, na Argentina.

“Graças à disponibilidade imediata e o enorme compromisso da Argentina e das autoridades bolivianas, assim como sua colaboração, conseguimos encontrar soluções técnicas adequadas para enfrentar o novo desafio que recebemos no final de agosto. Obrigado pela lealdade dos dois países. Nós ofereceremos aos concorrentes uma edição de qualidade em 2016”, destaca  Etienne Lavigne, diretor da competição.

Datas, o número de etapas e a quantidade de quilômetros a serem percorridos nas especiais continuam os mesmos. No novo roteiro da edição de 2016, os competidores precisarão adotar novas técnicas de pilotagem. Além disso, o terreno com menos dunas e muitas pistas técnicas nos primeiros dias vai exigir bastante velocidade até Jujuy.

Uma das mudanças foi realizada no caminho até a Bolívia, onde será montado o acampamento de Uyuni para reunir todas as categorias do Dakar. “Antes de chegarem, os pilotos enfrentarão uma ‘maratona’ inédita”, explica Marc Coma, diretor desportivo da competição. “Em Jujuy instalaremos um parque totalmente fechado. Enquanto os veículos de apoio seguirão na longa estrada para Uyuni, para atravessar a Bolívia, os competidores enfrentarão três dias de corrida em altitude elevada”, conta.

Em 10 de janeiro, os pilotos do Dakar aproveitam o dia de descanso em Salta e retomam o percurso no dia seguinte rumo a Rosário, na Argentina, seguindo a rota planejada originalmente para a edição de 2016. Estão previstas seis etapas aos pés da Cordilheira dos Andes para proporcionar um fim de rali exigente e duro, com especiais cheias de areia, principalmente no trecho de Fiambala. Marc Coma, que supervisionou pessoalmente o local de reconhecimento desta parte da rota, adverte que “as etapas vão exigir muita resistência e responsabilidade, porque as motos e quadriciclos terão de enfrentar uma segunda ‘etapa maratona’ durante a segunda semana. É muito provável que veremos mudanças contínuas no topo do ranking durante estas especiais”, comenta.

Programação do Dakar 2016
31/12 e 01/01: Verificações administrativas e técnicas
02/01: Largada promocional em Buenos Aires
03/01: Buenos Aires (ARG) – Villa Carlos Paz (ARG)
04/01: Villa Carlos Paz (ARG) – Hondo Termas de Río (ARG)
05/01: Termas do Rio Hondo
(ARG) – Jujuy (ARG)
06/01: Jujuy (ARG) – Jujuy (ARG)
07/01: Jujuy (ARG) – Uyuni (BOL)
08/01: Uyuni (BOL) – Uyuni (BOL)
09/01: Uyuni (BOL) – Salta (ARG)
10/01: Dia de descanso em Salta (ARG)
11/01: Salta (ARG) – Belén (ARG)
12/01: Belén (ARG) – Belén (ARG)
13/01: Belén (ARG) – La Rioja (ARG)
14/01: La Rioja (ARG) – San Juan (ARG)
15/01: San Juan (ARG – Villa Carlos Paz (ARG)
16/01: Villa Carlos Paz (ARG) – Rosario (ARG)

TrajetoDakar2016