Cross Country

A terceira especial do Rally dos Sertões foi muito técnica e complicada, mantendo a fama que a edição deste ano será uma das mais difíceis já feitas. Começou com estradas sinuosas, erosões, depressões  e travessias de pequenos riachos. E no final os participantes encontraram estradas com velocidade mais altas, com piso predominante de cascalho.

Confiram o resultado:

.

Regularidade

O terceiro dia de prova também não foi fácil no regularidade, foram mais de 10 horas de prova fazendo o mesmo trajeto da especial do Cross Country, desviando em alguns trechos para fazer alguns pequenos balaios.

Confiram o resultado:

Graduados
1º –  carro 401 – Paulo Goes / Jhonatan Ardigo
2º – carro 406 – Oscar Schmidt / Gustavo Schmidt
3º – carro 409 – Marcos Bezerra / Roberto Spessato
4º – carro 403 – Otavio Enz / Allan Enz
5º – carro 402 – Ricardo Barra / Vanderlei Hirt
6º – carro 413 – José Carlos Silva / Leandro Ferreira

7º- carro 412 – José Eduardo Guerra / Marcia Guerra

8º – carro 408 –  Marcelo Prevideli / Rafael Pinto
9º – carro 410 – Mauro Pizzolatto / Alexandre Rech
10º – carro 415 – Aurélio Bilhalva / Tiago Poisl
11º – carro 407 – Fernando Posseti / Cristina Posseti
.

Turismo
1º – carro 411 – Sandra Dias / Maurício Gonçalves
2º – carro 404 – Luis Fernando Carqueijo / Claudio Costa
3º – carro 414 – Adriano Goettems / Henrique Peters Rech
4º – carro 405 – Sebastian Arias / Fabricio Ribeiro

.

.

07/09 – Etapa 4 – Posse (GO) > Luís Eduardo Magalhães (BA)

Quarta-feira feriado nacional, entramos no quarto dia de rally, largando em Posse (GO) e seguindo para Luís Eduardo Magalhães, já no estado da Bahia.

Cross Country

Deslocamento inicial: 14,62 km
Trecho especial: 361,94 km
Deslocamento final: 183,59 km
Total do dia: 560,15 km
Descrição da etapa:
O Rally dos Sertões deixa o estado de Goiás e entra na Bahia. A especial deste dia começa bem próximo a Posse. Completamente diferente das anteriores, trata-se de uma prova bem rápida, com longas retas em áreas agrícolas de altíssima velocidade e muita navegação. A expectativa é que se registre as maiores velocidades da prova. O piso predominante é a piçarra. Porém, há longos trechos sinuosos e com areia. Segue assim até o seu último quarto, quando voltam as longas retas, com muitas lombas e depressões. Seguindo assim até o final do trecho cronometrado, no Km 40 da BR-020.

 .

Regularidade

O regularidade irá fazer um trecho do caminho do cross country e também deve ter as maiores velocidades nesse quarto, o terreno é bom, andando em fazendas e seguindo para a Bahia.

.

4ª ETAPA

07 DE SETEMBRO
(QUARTA-FEIRA)

POSSE (GO) – LUIS EDUARDO MAGALHÃES (BA)
13h00 – 21h00 Secretaria de Prova / Sala de Imprensa / Posto Médico
19h00 Briefing de Motos, Quads and UTVs*
20h00 Briefing de Carros *

.

Confira tudo que acontece no Rally dos Sertões 2016 aqui no Tulipa Rally!

.

Apoiadores_set2016

O post Rally dos Sertões 2016: 3ª Etapa – Cavalcante (GO) > Posse (GO) apareceu primeiro em Tulipa Rally.