Um problema na suspensão tirou o título da dupla na última etapa do rali. Prova de mais de 3.600 quilômetros terminou em Fortaleza (CE), após passar por Goiás, Bahia e Piauí

Luiz Facco e Humberto Ribeiro #310 finalizaram a 26ª edição do Rally dos Sertões como vice-campeões na Protótipos T1 FIA Brasil e fecharam em 8º na geral dos carros. Após liderar o rali desde a segunda etapa e assumir a 5ª posição na geral, a dupla passou a administrar a vantagem, a partir da sexta etapa, sem deixar de ser competitiva e largou, no sábado (25), para o último dia da maior prova off-road do país apenas com o objetivo de completar o trecho cronometrado de 200 quilômetros do dia, sem correr riscos. Mas durante a Especial entre Juazeiro do Norte e Fortaleza, no estado do Ceará, um problema na suspensão do Mitsubishi ASX Racing tirou a dupla da prova e o título.

“Quando tudo parecia definido, nossa posição dificilmente melhoraria da liderança na categoria e 5o na Geral, surge um problema inesperado na suspensão que nos joga contra uma árvore e nos tira da prova. Uma pena, rali duro, mas excelente. E o rali é assim, um dia acontece com seu adversário e outro dia com você. Vamos para o próximo”, explica o paulista Facco em sua 15ª participação na competição e já conquistou três títulos, dois na Super Production (2009 e 2010) e um na Pró Brasil (2015).

O navegador de Teresina (PI) também aprovou o roteiro de puro Cross Country. “A prova estava do jeito que gostamos, técnica, com diversidade de terrenos e difícil como tinha de ser. Além de uma navegação exigente na qual qualquer vacilo poderia comprometer nosso resultado”, explica Ribeiro. “Driblamos e superamos alguns incidentes e até dois pneus furados ao mesmo tempo. Estávamos conduzindo bem nossa liderança, mas infelizmente adiamos esse título inédito para equipe”, finaliza.

Com um novo carro desde o início da temporada (Mitsubishi ASX Racing), a dupla passou a competir em nova categoria para encarar novos desafios, na Protótipos T1 FIA Brasil. Já focados na preparação para o Rally dos Sertões, estrearam, em março, o carro em uma prova de 1.500 quilômetros no Paraguai (Desafio Guarani) na abertura da Campeonato Sul-Americano de Rally Cross Country, desde então a equipe Acelera Siriema vem trabalhando duro nos ajustes finais e o carro estava pronto para encarar a 26ª edição.

“Nossa equipe fez um excelente trabalho, todos estão de parabéns pela dedicação e seguimos em frente que a temporada continua, porque esse Sertões já acabou”, finaliza Facco, que há cinco anos montou uma equipe própria e disputa provas de Rally Cross Country e de Rally de Velocidade país afora.

O Rally dos Sertões aconteceu entre 18 e 25 de agosto, teve sete etapas e um roteiro de 3.607 quilômetros que cruzou os estados de Goiás, Bahia, Piauí, Ceará, com participação de carros, motos, UTVs e quadriciclos. Resultados completos em www.sertoes.com

Mais informações sobre a equipe no site www.acelerasiriema.com.br e nas mídias sociais Facebook: @acelerasiriemarally, Instagram: @acelerasiriema e Twitter: acelerasiriema.

A equipe conta com o patrocínio da Gonçalves S/A Indústria Gráfica, Yokohama e Acelera Siriema Rally e apoio da Mitsubishi Motors e Spinelli Racing.

Rally dos Sertões 2018

Final Categoria Protótipos T1 FIA Brasil (após seis etapas)
1) # 319 Gareth Woolrige/Marcelo Haseyanma – 28h47m06s
2) # 310 Luiz Facco/Humberto Ribeiro – 29h12m24s
3) #348 Gunter Hinkelmann/ Fábio Pedroso – 31h28m47s
4) #327Jorge Wagefuhr/Alisson Pedroso – 44h24m28s

.

.

Informações divulgadas pela assessoria de imprensa.