Uma desclassificação confusa tirou a dupla Flávio Lunardi e Fred Budtikevits do Rally Rota de Santa Catarina. A prova foi realizada neste último final de semana, 01 e 02 de julho, na Serra Catarinense

Uma prova irretocável! A sexta edição do Rally Rota de Santa Catarina trouxe muitos desafios às 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, que reuniu em Lages, SC, pilotos e navegadores das categorias motos, quadriciclos, UTVs e carros. Com diversos tipos de obstáculos off-road, o certame exigiu técnica e preparo mecânico dos veículos para superarem as erosões, pedras, mata-burros, travessias de rios, subidas e descidas ao longo dos 325 quilômetros de trechos cronometrados (no total foram percorridos 525 quilômetros somados os trechos de deslocamentos). Vale destacar as inúmeras curvas e setores de alta velocidade que fizeram a alegria dos competidores.

A Bulldog Racing, do piloto Flávio Lunardi e do navegador Fred Budtikevits, esteve muito confiante e acelerou bonito nos dois dias de disputas. O roteiro privilegiou as cidades de Coxilha Rica, Rio Rufino, Bom Retiro, Capão Alto, Painel e Bocaína do Sul. “O primeiro dia de rali foi extremamente técnico e apresentou situações bem interessantes na qual pudemos demonstrar toda a nossa aptidão para o esporte. Aceleramos com segurança e mostramos que temos competitividade diante de nossos concorrentes”, afirmou o piloto Lunardi, que destacou a performance da Mitsubishi Triton RS. “É importante quando sabemos que o carro não nos deixará na mão. Nosso equipamento é robusto e ao mesmo tempo moderno, possui uma potência surpreendente. Estamos em constante evolução”, completou.

De acordo com a Bulldog Racing, participar de uma etapa do rali cross country requer um investimento bastante alto, por isso, o time dá tudo de si para alcançar o melhor resultado possível. “Nossos adversários são fortes, têm experiência e possuem o mesmo senso de competitividade que nós. Por isso, tudo o que podemos fazer para vencer uma etapa, fazemos dentro das trilhas acelerando fundo”, disse Lunardi. No resultado final, a dupla conquistou o terceiro lugar da categoria Pró Brasil.

Porém, a comemoração de Lunardi e Budtikevits durou pouco. Logo foram surpreendidos com a notícia de que estavam desclassificados do Rally Rota SC. O motivo: competiram com um tipo de pneu que não está enquadrado no regulamento. Mas eis a pergunta que não quer calar: por que o veículo passou na vistoria com este pneu? Por que não houve um comunicado sobre essa mudança no regulamento? “Há três anos estou no cross country e há três anos uso o pneu em questão. Nunca sofri punição por isso! Vários participantes questionaram a Confederação Brasileira de Automobilismo pela decisão, mas a entidade simplesmente agiu com arbitrariedade sem, ao menos, avaliar que, se houve um erro, esse erro começou na vistoria pelos seus comissários desportivos”, apontou o piloto. Desapontada por tal acontecimento, a Bulldog Racing se questiona sobre os reais motivos desta desclassificação,mas aceita a decisão, afinal, regulamento é regulamento.

Por outro lado, piloto e navegador comemoram o resultado obtido nas trilhas do Rally Rota SC e a evolução que estão conquistando no esporte. “Essa fase do Brasileiro nos trouxe aprendizados e identificamos uma característica da nossa dupla: a persistência. Superamos alguns problemas com o equipamento de navegação nos dois dias de rali, e aceleramos sem sabermos ao certo a distância da próxima referência de caminho a seguir, apenas utilizamos o GPS para nos auxiliar. De ordem mecânica, sofremos com a quebra da embreagem e da direção hidráulica. E mesmo com tudo isso, não pensamos em desistir, nosso maior desejo era finalizar o certame”, contou Budtikevits.

Dentro do carro, eles aceleraram forte, desempenharam as manobras de pilotagem e navegação com precisão e encararam os obstáculos cross country com coragem e ousadia. “Sabemos que somos capazes de vencer e que estamos incomodando nossos adversários. Isso é um saldo bastante positivo para quem faz uma prova limpa e focada nos próprios resultados”, encerrou Lunardi.

A equipe Bulldog Racing tem patrocínio de Luna Incorporadora. E apoio de Henz Engenharia 

.

.

Informações divulgadas pela assessoria de imprensa.