A edição 2016 do Rally Rota SC começou para valer neste sábado, 30, no Lages Garden Shopping, em Lages (SC). A programação começou às 9h, com a largada da especial cronometrada que contou com 154 quilômetros e passou pela Coxilha Rica na Serra Catarinense, que engloba as cidades de Painel e Lages, e apresentou aos competidores uma grande diversidade de terrenos e desafios.

Oc competidores percorreram trechos de muita pedra, muito sinuoso, um misto de  trechos com médias muito altas, lombas e travessia de rios. Andando em estradas abertas e trechos com muito eucaliptos, o tempo todo a prova trazia um terreno diferente e uma nova forma de pilotagem.

.

.

Dia muito difícil, mas conseguimos garantir um 2o lugar na categoria. A prova foi realmente um teste de habilidade para os pilotos e resistência para os carros. Aos navegadores a exigência era o regressivo correto e ajudar os pilotos a tirar o pé no lugar certo e “soltá-los” onde não havia riscos. Tivemos muitos problemas durante a especial de hoje, não dá nem pra contar todos os imprevistos, mas perdemos quase 3 minutos já na largada porque nosso arranque quebrou e nesse ponto da prova ninguém pode ajudar a empurrar o carro, ou seja, eu tive que empurrar sozinha, com toda minha força e agilidade. Mas não para por ai, pneu furado, suporte de macaco que quebrou, outro que não encaixava e outros probleminhas, mas superamos todos eles e garantimos alguns bons pontos para o campeonato, comenta Minae Miyauti da equipe FD Rally Team, carro 311.

.

Muitas outras equipes também sofreram problemas nos carros durante a especial.

Para André Miranda carro 321, a prova realmente foi muito bacana para correr, mas com muitas pedras e bastante quebradeira.

Tivemos um pneu furado logo no início da especial, o que nos custou 15min de atraso, mas terminamos bem, em terceiro em nossa categoria, valeu demais principalmente pelo visual da etapa, que foi incrível, trechos por dentro de uma floresta de pinheiros foi realmente muito bonito.

.

Confira um vídeo da especial deste sábado.

.

Confira o resultado final do primeiro dia do Rally Rota SC

Carros
1) 322 – Michel Terpins/Beco Andreotti, Protótipos T1, 2h04min25s
2) 310 – Luiz Facco/ Humberto Ribeiro, PRO Brasil, 2h10min28
3) 345 – Luís Carlos Cunha Nacif/Flávio França, Protótipo T1, 2h13min53s
4) 302 – Guilherme Spinelli/ Marcelo Vívolo, Protótipos T1, 2h14min55s
5) 361 – Sergio Braz Gugelmin/Anderson Costa, Super Production, 2h15min57s
6) 314 – Mauro Schenekeneberg Guedes/Neurivan Calado, Protótipos T1, 2h16min31s
7) 311 – Glauber Martins da Fontoura/Minae Miyauti, PRO Brasil, 2h18min39s
8) 362 – Sven Fischer/Luís Stal, Production T-2, 2h22min35s
9) 317 – Thiago Wilson Rizzo da Silva/Ivo Mayer, Super Production, 2h23min45s
10) 341 – Vilson Thomas/Rafael Moraes Pereira da Luz, Production T-2, 2h25min02
11) 323 – Pietro Branchina Neto/Henry Kirst, Super Production, 2h29min52s
12) 321 – André Franco de Miranda/Alison Pedroso, Super Production, 2h37min03s
13) 308 – Reinaldo Marques Varela/Gustavo Gugelmin, Protótipos T1, 2h38min55s
14) 335 – Cleber Rodrigues Rosa/ João Victor Ribeiro, PRO Brasil, 2h42min25s
15) 359 – Daltro Marcelo Maronezi/Guilherme de Paula Rezende, Production T-2, 2h49min58s
16) 339 – Nadimir Kayser de Oliveira/Ricardo Amorim da Silva, Production T-2, 4h20min00s
17) 340 – Flávio José Rudolf Lunardi/Fred Budtikevitz, Production T-2, 4h20min00s
18) 363 – Lucas Lemgruber de Moraes/Kaique Bontivoglio, PRO Brasil, 4h20min00s
19) 331 – Cristian Mai Domecg/Luís Felipe Eckel, Super Production, 4h20min00s
20) 348 – Gunter Hinkelmann/Vinícius Castro, PRO Brasil, 4h20min00s
21) 337 – Maycon Gomes Soares/Daniel Rocha Rodrigues, PRO Brasil, 4h20min00s
22) 319 – Jorge Wagenfuhr, Joel Kravtchenko, Protótipos T1, 4h20min00s
23) 328 – Sylvio Alves de Barros Netto/Fábio Pedroso, Protótipos T1, 4h20min00s

.

Neste domingo as duplas percorrem 218 Km, destes, 132 cronometrados na SS que percorre Painel, Urupema e Lages. O percurso é diferente de sábado, utilizando apenas 3 Km da SS1 e no sentido inverso.