Prova em Inhaúma confirmou a força do esporte

Depois de seis anos de espera, Minas Gerais volta a ter um campeonato forte no cenário nacional do fora de estrada, e desta vez com perspectiva de continuidade por várias e várias temporadas. A primeira etapa do Mineiro de Rally de Velocidade (CMR) 2017, na Fazenda do Treme, em Inhaúma, próxima a Sete Lagoas, agradou a quem participou, a quem prestigiou e deixou com água na boca quem acompanhou de longe. A começar pelo grid, maior na história da competição.

Nada menos que 33 veículos, entre carros, picapes, gaiolas e protótipos, UTVs, motos e quadriciclos enfrentaram o percurso de 19,8 quilômetros já bastante técnico naturalmente, e que se tornou ainda mais com a chuva dos dias anteriores, mandando para longe a poeira, trazendo a lama e exigindo uma tocada ainda mais técnica dos pilotos, especialmente nos veículos de menor potência e tamanho. Em alguns pontos, onde a estrada ficava mais estreita, o desafio era permanecer no percurso. Houve quem ficasse pelo caminho, os inevitáveis problemas mecânicos, mas o saldo, para os próprios competidores, foi mais do que positivo. Assim como o clima de camaradagem e colaboração no parque de apoio, montado na Praça da Manga, centro da cidade. Além dos destaques do estado, feras “estrangeiras” como o piloto e instrutor da Polaris Nuno Fojo, mais rápido entre os UTVs e Richard Amaral, que dominou entre os quads, ajudaram a aumentar ainda mais o nível técnico da disputa.

É sempre bom lembrar que, apesar do mesmo percurso, UTVs, motos, quads e gaiolas seguiram o regulamento Baja, em que o levantamento foi proibido e os pontos de atenção sinalizados. Para os carros e inscritos na Cross-country, valeram as regras habituais do rally de velocidade, com levantamento na véspera e obrigatoriedade de presença do navegador.  A competição prosseguirá em 24 de junho, desta vez com um destino habitual do “circo” do rally: Sete Lagoas, que já recebeu etapas do CMR e do Brasileiro de Rally de Velocidade.

.

.

1º Rally de Inhaúma
Campeonato Mineiro: primeira etapa
Resultados

Carros (RC5)
Fábio Sacioto/Haroldo Soares (Fiat Palio 16V)
Andrey Iltis/Emerson Showboy (Fiat Palio 16V)

Cross-country
Lucas Teixeira/Rafael Dias (Sherpa)
Júlio Oliveira (Protótipo Tiger)
Maitê Teixeira/Eduardo Soneca (Mitsubishi L200RS)

Autocross
Lucas Cruz/Gustavo Pessoa
Gabriel Silva Paiva
Fernando Biskupski

UTV Pro
Nuno Fojo (Polaris)
Maurício Rocha (Can-Am)
Wilker Campos (Can-Am)

UTV Turbo
Celso de Souza (Polaris)
Célio Brasil Júnior
Fued Mansur

UTV Standard 900cc
Luiz Flávio Cabral (Polaris)
Marcelo Lana Franco

UTV Standard 800cc
André Lima de Souza (Polaris)
Sávio Santiago (Polaris)

Quadriciclos
Richard Amaral (Yamaha)
Carlos Santiago Echternach (Can-Am)
Cristiano Calais (Yamaha)

Motos
Marco Antônio Pereira (protótipo)
Paulo Roberto Jammal Vilaça (Husaberg FE)
Agnaldo Sérgio Guimarães (protótipo)

.

O 1º Rally de Inhaúma teve a organização do Rallye Clube de Minas Gerais (RCMG); supervisão da Federação Mineira de Automobilismo (FMA) e da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais (FMEMG); patrocínio de Hinode HND, Yoda Racing, Polaris e Nissan; apoio da Prefeitura Municipal de Inhaúma. Maiores informações no www.rallyemg.com.br.