Mitsubishi L200 da dupla da MSL do Brasil chegou em Santa Terezinha com problemas na embreagem, o que pode tirar a dupla da disputa da terceira etapa.

Santa Terezinha de Goiás (GO) – O piloto Gunter Hinkelmann e o navegador Vinícius Castro seguem firmes, apesar das adversidades na disputa do 25º Rally dos Sertões. Depois de um travamento na tração durante a primeira etapa, a dupla conseguiu terminar os 248 quilômetros de percurso cronometrado da maratona, que corresponde à segunda etapa da competição, na quarta colocação, entre os Protótipos-T1, com 4h20min25seg35. Mas problemas na embreagem, descobertas após concluírem a prova, fazem com que a Mitsubishi L200 Triton modificada, da dupla da MSL do Brasil, aborte a largada para o trecho até Aruanã (GO).

“Hoje foi uma prova prazerosa e difícil, ao mesmo tempo, por conta do calor insuportável, que fez em todo percurso. Em oito anos que ando de rali, nunca passei por isso. Estava tão quente dentro do carro, que a cada cinco litros de água que tínhamos, acho que eu bebi cinco e meio”, brinca o piloto. “Mas, chegando na cidade, descobrimos que a embreagem começou a apresentar a mesma falha da primeira especial. Então, decidimos abortar a largada desta terça para corrigir o problema e poder prosseguir na quarta etapa”, conta Gunter.

A Maratona desta segunda-feira exigiu perícia dos pilotos e astucia dos navegadores. Foi um trajeto com muitos mata-burros, depressões, lombadas, com estradas travadas e bem sinuosas. Durante esta etapa, o piloto não conta com o apoio de manutenção de sua equipe, tendo que usar de seu conhecimento mecânico, caso o carro precise de algum reparo.

Nesta terça-feira, a Maratona continua. O percurso já começa com estradas de alta velocidade, para depois ter trechos mais travados e sinuosos, passando por muitas fazendas. O piso predominante é o cascalho e estradas de piçarra. No meio da especial, a prova fica mais solta e segue no último trecho com longas retas e alta velocidade até o final.

Em 2017, a MSL do Brasil conta com a assistência técnica da X Rally Team e com patrocínio da ICargo, IFS, Seeder, Pier17, Correias Schneider e Bandeirantes Terminais Alfândegados.

.

Resultados 2ªetapa (Maratona) – Production

1° – #322 Michel Terpins/ Maykel Justo, 3h55min43seg65
2° – #305 Luis Carlos Nacif/ Filipe de Oliveira, 4h06min38seg66
3° – #327Jorge Junior/ Joel Kravtchenko, 4h14min50seg16
4° – #348 Gunter Hinkelmann/ Vinicius Castro, 4h20min25seg35
5° – #307 Paulo Pichini/Paulo Simoes, 4h29min16seg58
6° – #314 Mauro Guedes/Neurivan Calado, 4h36min11seg78

.

Classificação após duas etapas – Super Production

1° – #322 Michel Terpins/ Maykel Justo, 8h24min12seg27
2° – #307 Paulo Pichini/ Paulo Simoes, 9h57min24seg77
3° – #314 Mauro Guedes/ Neurivan Calado, 10h22min09seg14
4° – #310 Luiz Facco/ Humberto – Piaui, 10h35min09seg43
5° – #338 Fabio Ruediger/Eduardo Bampi, 11h10min20seg45
8° – #348 Gunter Hinkelmann/ Vinicius Castro, 11h50min25seg35

.

.

Informações divulgadas pela assessoria de imprensa.