A Totem você já conhece, não é mesmo? Mas você sabia que o primeiro computador de bordo, chamado “Projeto TOTEM” foi criada em 1994 como um trabalho de conclusão do curso de engenharia  da Escola Politécnica da USP? Pois é, e o projeto desta raridade hoje é público e está disponível na biblioteca da faculdade. Nele era disponibilizado um sistema que ficou conhecido como Kit Semáforo, um conjunto de 5 leis (2 verdes, 1 amarelo e 2 vermelhos) que indicavam se o piloto deveria acelerar, manter ou desacelerar.

Em 1996, após diversas melhorias no projeto de TCC, Alexandre Bortot, o Peninha, lança o Totem V4.0, um computador de bordo de fabricação em escala e utilizado por diversos competidores nas principais provas de OffRoad com 4×4, e assim ela ganha mercado e confiança dos que utilizavam seus equipamentos e cria a Totem que todos nós conhecemos e respeitamos.

Falar do Rally nacional sem tocar no nome da Totem, é praticamente impossível. Primeiro veio o Colosso, fiel, inseparável e confiável equipamento de navegação. Logo surgiu sua EVOlução, o Totem Evo, permitindo que a navegação fosse no décimo de segundo, muito mais precisa a partir deste momento. Depois seu sistema de apuração das provas, utilizando da tecnologia GPS, levou o rally nacional a outro nível. Antes, os organizadores tinham a maior dificuldade em conseguir apoio de pessoas para o sistema de PC Manual, uma pessoa que ficava anotando o tempo de cada competidor, na mão ou precisavam de muito dinheiro para os caríssimos sistemas de fotocélula, o que inviabilizava muita prova de regularidade, pois quanto mais PCs, mais divertida ficava a competição. O sistema de rastreamento nos trouxe a precisão e maior diversão, com disputas cada vez mais acirradas com mais de 200 PCs em uma única etapa de uma prova.

E não para por ai… a Totem também “aposentou” a planilha de papel, trazendo a comodidade das planilhas eletrônicas, que andam sozinha, com seu aplicativo para tablets e celulares e a caixinha Bluetooth que tornava isso tudo possível…

Não vamos entrar aqui em detalhes ou discussão, de que a planilha de papel é melhor ou não, o que quero destacar aqui é que a Totem foi a grande responsável para o rally nacional chegar ao nível que chegou, e tenho certeza que ninguém discorda disto.

Pois é, a genialidade de seu criador, nos proporcionou, até hoje, o que o rally é. Mas hoje, em pleno Rally Dakar acontecendo, uma notícia nos deixou muito preocupados. Nos grupos de WhatsApp, Redes Sociais, outro assunto disputou pau a pau com as notícias do Dakar:  A Totem estava encerrando suas atividades.

.
.

Nós do Tulipa Rally recebemos muitas mensagens, dúvidas, preocupações. Sem maiores explicações, ouvimos de fontes confiáveis a triste notícia que era verdade.

A primeira pessoa que pensei em falar foi com nosso querido mestre, Lourival Roldan, assim como todos nós, também estava surpreso com a notícia, mas em nossa conversa, fez questão de colocar seu ponto de vista:

“Peninha realmente é um gênio. Chegamos até aqui com o rally, muito graças a ele. Não vamos buscar motivos para isto ter acontecido, o momento agora deve ser de agradecimento. Agradecer por todas as noites em claro nos ajudando a desenvolver equipamentos cada vez melhores e mais precisos, pelos finais de semana longe da família, acompanhando testes em provas para ter cada vez um sistema ainda mais confiável. Agradecer a cada evolução dos seus equipamentos, softwares que nos permitiu construir o rally como é hoje. Sobre o que o motivou a chegar a esta decisão não nos compete neste momento, só quero poder agradecer a ele pelo que fez por nós e desejar muita boa sorte nesta nova etapa que esta por vir, seja no rally, seja em outro mercado, ou mesmo se dedicando à família. Sobre o que vai acontecer com o rally? Isto fica pra depois.” Lourival Roldan.

 

Confesso que ficamos preocupados. Ficamos não, estamos! Ainda não sabemos como, a curto prazo, serão realizadas as provas que já possuem datas marcadas, se outras empresas conseguirão atender toda a demanda, se seus equipamentos vão parar de funcionar, mas como o Lourival mesmo disse, é hora de agradecermos.

O rally?

O rally fica pra depois.

Obrigado Peninha… mas se puder voltar atrás da sua decisão, ficaremos honrados!