Ontem aconteceu o terceiro dia do Transparaná 2017, que continua surpreendendo os competidores!

Saindo da cidade de Telemaco Borba, no Paraná, os competidores seguiram por um estradão até entrarem em uma área de reflorestamento de Eucalipto, onde encontraram uma prova com referências mais longas mas com médias bem altas e um piso mais seco e bastante cascalho, a grande dificuldade era manter a metragem mais justa o possível para ter o mínimo de atraso entre os PCs. No final da primeira etapa as estradas passaram a ficar mais estreitas e com erosões, iniciando o trajeto com muito mais balaios e desta vez com o piso bem escorregadio, dificultando as coisas pros pilotos. Chegando em Castro/PR, foi realizado um neutro na praça da cidade.

“Saíndo do neutro, entramos em uma parte da prova (3a etapa) onde foi mais “punk” o negócio. Um reflorestamento de chão bem liso e médias bem apertas. Foi onde o “bicho pegou“, o pessoal atrasando bastante pelo caminho. Foi realmente a etapa mais difícil do dia”, comenta Robson Schuinka, navegador da categoria Master.

Para Lourival Roldan, a prova está surpreendendo pelo alto nível, tanto da parte técnica quanto pelos competidores que estão na prova.

“Hoje aconteceu a terceira etapa do Transparaná, com 3 provas e um grau de dificuldade bastante considerável. Primeira etapa com o terreno bem seco e médias bem altas. Depois duas etapas que foram bem mais complicadas com muita dificuldade de navegação com muito balaio e onde a retomada de tempo ficou cada vez mais difícil para nós competidores. Etapa onde apenas os competidores que andaram muito “zerados” que conseguiram subir no pódio no dia de hoje e mostraram porque que estão neste nível de competidor”, comenta Lourival Roldan.

O Transparaná realmente é reconhecido pelos competidores pelo alto nível técnico e reúne os melhores pilotos e navegadores do país. Uma bobeada durante a navegação ou em uma curva, é um precioso tempo perdido difícil de se correr atrás.

Mesmo com toda a experiência e bagagem adquirida por anos participando de rallys no Brasil e no Mundo, Lourival Roldan reconhece o nível dos competidores e a grande dificuldade do Transparaná. Para Lourival, a terceira etapa também foi a que surpreendeu muita gente, e quem estava com pneu MUD e não os Mamutes, sofreu bastante na etapa. Reflorestamento muito úmido e médias bem altas trouxeram muita emoção na parte final do dia do rally.

“Terceira etapa mais com as estradas estreitas e cotovelos bem curtos e apertados, com muitas árvores no escape, obrigando muitos pilotos a manobrarem e muitos a deixarem a tinta do carro nestas passagens. Exigiu muita coragem do piloto e muito trabalho na correção do odômetro para os navegadores… Uma “falhadinha” que dei em uma referência e outras duas que a gente não conseguiu fazer direto e teve que manobrar, acabou nos custando caro e pontos essenciais no resultado final, o que nos deixou lá no final do pelotão. Aqui é Lourival Roldan, se divertindo muito no Transparaná 2017″, finaliza o atual campeão do Rally Dakar na categoria UTV.

.

Confira os 5 melhores de cada categoria:

Master:
1º – #04 –Flavio Kath / Rafain Walendowsky – Brusque/SC
2º – #03 – Leandro P. Moor / Claudio Flores – Apucarana/PR0
3º – #09 – Marnes Alexandre Floriani / Cristian Mueller – Rio Negrinho/SC
4º – #17 – Eduardo Moser / Idali Bosse – Gaspar/SC
5º – #05 – Sandy Roncaglio / Ivo Mayer – Curitiba/PR

 .

Graduados:
1º – #105 – Francklin Pscheidt / Fernando Torquato – São Bento do Sul/SC
2º – #103 –Mauri Glir Jr / Henrique Glir – Curitiba/PR
3º – #106 – Orli Ademir Katzer / Andre Lucas Munhoz – São Bento do Sul/SC
4º – #114 – Jose Carlos Silva / Waldenberg Barros
5º – #111 – Victor Pudel / Claudemir Hubner – Toledo/PR

 .

Turismo:
1º – #215 – Denilson Bonfanti / Sidnei Valmir Rank – São Bento do Sul/SC
2º – #207 – Patrick Celeski / Felipe Pachewsky –  – São Bento do Sul/SC
3º – #213 – Jeferson Willians Plothow / Mauro Alexandre Ribeiro – São Bento do Sul/SC
4º – #216 –Matheus Henrique do Nascimento / Davi Cividini Dal Bosco – Toledo/PR
5º – #214 – Wivaldi Jonas Liebl / Adimar Diego Mohlbauer – São Bento do Sul/SC

.

Confiram o resultado completo clicando aqui.

.

PROGRAMAÇÃO DO TRANSPARANÁ 2017

11/02 – Sábado – 4º dia – Curitiba

  • 9:00 – Largada do 1º carro
  • 14:00 – Chegada do 1º carro
  • 16:00 – Festa de premiação

Local: Curitiba/PR