Sébastien Ogier e Julien Ingrassia conquistaram o campeonato mundial de rali (World Rally Champions – WRC) pela quarta vez consecutiva depois de vencer o WRC da Espanha, em consequência disto, a equipe Volkswagem Motorsports também ganharia título de construtores pela quarta vez consecutiva, independentemente de outros resultados, o que se confirmou na etapa da Grã-Bretanha, que aconteceu no último final de semana.

Rumores rondavam as especiais que  a VW poderia abandonar o WRC no final de 2016 e um dos ‘factos’ que alimentava esse rumor era que a equipa alemã não estavam testando o novo Polo R WRC. Porém nos últimos dias a Volkswagen foi para as pistas com novo Polo WRC 2017 na Alemanha, em pisos de asfalto, vendo-se um carro bem mais agressivo que o modelo deste ano, afastando assim este suspense nas últimas etapas do rali.

Mas um novo capítulo acaba de se iniciar nesta história. Fontes do site Autosport.com confirmaram que a decisão foi tomada na reunião da diretoria na sede da VW, em Wolfsburg, nesta terça-feira de manhã. A VW não fez nenhum comentário oficial sobre a decisão. Apesar do domínio absoluto do WRC nos últimos quatro anos consecutivos, a marca poderá ceder aos pressupostos da contenção de custos. O fato de ter perdido recentemente o seu experiente diretor, Jost Capito, para a rival McLaren – deixando a divisão Motorspot entregue a Sven Smeets – parece também ter pouco a ver com a decisão de abandonar a competição.

A decisão da Volkswagen significa que a WRC da próxima temporada – que apresenta um novo pacote de regras com carros significativamente mais rápidos – será disputada entre as séries regulares Hyundai e M-Sport (Ford), além de retornar gigantes do campeonato Citroen e Toyota. E também deixa o atual campeão Ogier e os vencedores do rali Jari-Matti Latvala e Andreas Mikkelsen disponíveis no mercado de pilotos.

O Rally da Austrália, no final deste mês, marcará o final de quatro épocas bem sucedidas no topo do rally mundial para a equipe. Sebastien Ogier e VW dominaram os campeonatos de pilotos e fabricantes e levaram 42 vitórias de rali individuais ao longo do caminho.

Será mesmo?

Vamos acompanhar as cenas dos próximos capítulos.