E se vai o segundo dia de disputas do WRC Monte-Carlo 2017.

Thierry Neuville lidera, distante e de forma confortável mas vigilante os resultados gerais até o momento se aproveitando de um erro critico do quatro vezes campeão Sebastien Ogier, dessa maneira, construindo uma forte liderança neste segundo dia de prova. O Belga iniciou sua liderança desde o primeiro trecho do dia e neste momento se encontra com distantes 45.1 segundos. Apesar disso Ogier vem tentando ao maximo se recuperar do erro e deixar claro para Ogier que ainda restam dois dias em trechos bem complicados, em resumo, tudo pode mudar rapidamente.

Entretanto Neuville se mostra confiante dominando a neve e até mesmo o gelo que cobre longos trechos de asfalto vencendo três etapas nesta sexta-feira com seu Hyundai i20. Ele superou desafiantes como Kris Meeke e Ott Tanak antes que Ogier voltasse a segunda colocação com seu Ford Fiesta apos vencer os dois últimos estágios. O Belga Neuville teve problemas com a performance de seu motor, porem o incidente do ultimo estagio do dia foi o mais complicado segundo conta:

“Nós perdemos a pressão do turbo no motor, parei em um cotovelo e não pressionei o botão de reset. Pilotei uns 500 metros antes de me lembrar de resetar o sistema” – Disse Neuville.

Ogier perdeu mais de 40 segundos após escorregar em uma vala e prender seu Ford Fiesta, dessa maneira caindo para 8º colocação mais de 70 segundos distante de Neuville até que as duas vitorias nos trechos finais diminuíram a diferença.

“Ogier escorrega e perde uma eternidade para voltar ao traçado”

Kris Meeke foi um perseguidor implacável de Neuville até que escorregou no gelo e bateu forte quebrando a suspensão dianteira de seu Citroen C3 e sendo retirado do dia. Tanak, o mais rápido no estagio inicial, tomou o lugar de Meeke na perseguição e se manteve até Ogier o alcançar e tomar a segunda colocação por apenas três décimos de segundo. Jari-Matti Latvala em quarto com seu Toyota Yaris assistindo a saída de seu companheiro de equipe Juho Hãnninen que colidiu em uma árvore.

“Pobre Yaris, um destino ruim para sua estreia”

Entretanto o dia Latvala não foi sem emoção, seu carro simplesmente se negou a ligar no trecho de “Parc Ferm” e devido a isso uma luta da equipe se iniciou deixando tempo nenhum para pequenos ajustes e novos setups. O finlandes ainda conseguiu terminar 1:24.3 minuto atrás de Tãnak. Sordo e Breen andaram muito perto ao longo do dia. O Hyundai i20 de Sordo se manteve apesar de sensivel “falta de freios” para as curvas mais fechadas, Breen sobrevivel a duas derrapagens de 360 graus e quase uma colisão que acabou não se concretizando.

Paddon, ficou de fora após o acidente como determinou seua equipe.

.

RESULTADOS GERAIS APÓS SS8 (FINAL SEGUNDO DIA).

.

Por Rodrigo Souza, Diários de Judith